30 de abril de 2010

Silêncio



Então, sem angústia nem tristeza me deixei enlaçar, suavemente, pelo silêncio imperativo e em seu peito descansei e busquei o alento e conforto que tanto meu coração precisava.

Tempos depois tomou minhas mãos e me disse que era chegado o momento. Momento? - lhe pergunto e ele, sem meias palavras me diz que era chegado o momento de olhar nos olhos e, finalmente falar e ouvir, atentamente, tudo o que trasbordava d´alma.

O silêncio é sábio e, assim, coração e alma aprenderam a caminhar juntos.

5 comentários:

Eliana Pessoa disse...

SOU APAIXONADA PELO SILÊNCIO,ADORO OUVIR O SILÊNCIO!!!
ESSE POST ESTÁ LINDO GOSTEI MUITO!
BJIM

C@urosa disse...

Olá querida e sensível amiga Isadira, o silêncio nos ajuda nas profundas reflexões, o nosso caminhar fica mais seguro e falamos mais com o coração.

paz e harmonia e um belo final de semana,

forte abraço

C@urosa

A.S. disse...

Não são precisas palavras... os olhos falam mais depressa!!!

Beijosss
AL

Françoise disse...

realmente silenciar nos volta ao eu interior e nos faz vivos novamente...
Bos
françoise

Pérola disse...

Beijos minha linda.
Também estava com muitas saudades.
Eu volto com mais tempo tá bom?
Beijokas.