3 de novembro de 2010

Tantos Caminhos: a festa continua - parte II

E dando continuidade a festa de 01 anos dos Tantos Caminhos (quer saber mais, clique aqui), hoje, divido com vocês dois textos: um da amiga Fátima e o outro do amigo Cacá.


Espelho da Alma
(Fátima Guerra)
***
Há dias
em que a alma pousa sobre as coisas,
como uma borboleta delicada,
estendendo as asas finas e douradas,
sob a luz que vem do coração...
Outros há, porém,
em que ela rola como nuvem acinzentada
ou se levanta como a onda atormentada,
tal qual guardasse a fúria de um vulcão...
Por ela passam sonhos e fantasmas,
e então se encanta, então se assusta
ou fica pasma,
sempre à mercê das nossas emoções...
Ela é espelho de cristal todo partido,
a refletir, na face do invisível,
as alegrias e as decepções...

Cacá, blog uai, mundo?


A contabilidade já foi uma fria matéria de números resultantes das perdas e ganhos de financistas e produtores em geral. Agora está nos quentíssimos diários de beijos das meninas e nas embaladas conversas de meninos. Quantos beijos e quantas namoradas(os) no melhor estilo: - “tá pegando quem?” como se tirassem alguma mercadoria da prateleira para usar e devolver ou jogar fora e trocar por outra mais vistosa, cheirosa e gostosa. É um termo usual, muitos poderão dizer que é da moda, é da onda, é maneira, véi. Eu tô ligado, mas não me conformo mesmo assim. Entre tantos insultos à dignidade humana, entre tantas insignificâncias que estamos adquirindo para suprir nosso lado gente e empatarmos pari passu com as mercadorias, “tá pegando quem?” para mim está num dos primeiros lugares em termos de desmerecimento humano.

Hoje, tratarmos esse termo por conta das idéias de machismo e antigos ideais de feminismo não encontra mais eco no meio da juventude que sequer se dá ao trabalho de pensar a individualidade e a auto determinação como valores psicológicos e sociais. Estão em sua maioria nos embalos do que ditam os valores econômicos para serem transmitidos subliminarmente ao seu comportamento. Individualismo é a palavra mais apropriada para se conceituar as bases que sustentam o trato entre uma pessoa e outra ou entre uma pessoa e o restante da coletividade. É desmerecimento à medida que não se buscam mais outras formas de se qualificar relações fora de um sistema que envolva recompensas materiais palpáveis e imediatas. Qualificar, aliás vem sendo um gesto afirmativo de quanto vale, quanto custa, qual o resultado em termos de ganhos. Usurpou o significado de quantificar. Não arreda pé de um materialismo insistente em ser a única forma de valoração humana. Assim, o “Tá pegando quem?” significa uma materialização do indivíduo em um formato de coisa , de objeto de uso e descarte. Claro que os sentimentos podem acabar aflorando em algum momento, mas ele dificilmente vai se descolar da base que o originou: o ser coisa-propriedade, bem de consumo. Aí, quando e se aflorarem sentimentos é que vai ser determinado se o bem será de consumo durável ou não durável, tal como fazemos com os objetos e utensílios que nos emprestam alguma serventia no nosso dia-a-dia. Talvez por isso, complementem o desmerecimento tão gravemente com a uma ameaça velada a quem não se enquadra ou não quer fazer parte do jogo por qualquer motivo, dizendo: “a fila anda”.

E a festa continua no dia 05/11, com um texto da Tati, do Perguntas Em Resposta!

24 comentários:

★★ GIZA ★★ disse...

OLA
ADOREI SEU BLOG E ESTOU TE SEGUINDO
ME FAÇA UMA VISITA. FALO MUITO DE FILMES TB
ME SIGA. VOU ADORAR QUE SEJAMOS AMIGAS
BEIJOS

Barbie Girl disse...

Apaixonei pelo 1º texto!
beijos:)

P.s: Tô colocando seu selinho no meu cantinho, como forma de parabenizar!

Bordados e Retalhos disse...

Isa, estou adorando sua festa. Bjs

Cantinho da Cê disse...

Isa,

Que maneira criativa de comemorar...estou adorando os textos...

Beijos,

Pelos caminhos da vida. disse...

Essa festança promete hein amiga.

Como estou feliz com a divulgação que fiz em meu blog relacionado ao esquecer um livro, foi um sucesso.

beijooo.

LC disse...

Oi Iza, gostei imenso de conhecer a ti e a teu blog, menina!
Aplausos para este projeto pra lá de especial e que com certeza fara muitos seguidores.
Gostei tanto que vou postar em um de meus blogs e repassar essa idéia genial.

Já te sigo para não a perder de vista.
super beijo

Lu Cavichioli

Marcinha disse...

Olá Isa... Sou nova por aqui e estou adorando cada post, em especial, da doação de um livro "esquecido."
Bjos

Manuela Freitas disse...

Parabéns Isa, a festa está muito boa!
Tenho um selo para si no meu blogue, se quiser passe por lá, se não gostar destas coisas, tudo bem!
Beijinhos,
Manú

Teresa Cristina disse...

Amei o texto da Fátima, obrigada por compartilhar! Bjusss

VaneZa disse...

Amiga... tipo assim... você tinha perguntado se eu ia deixar você publicar algum texto meu... mas eu não tô no nível desse povo não... vou ficar com vergonha. Pensa bem... você ainda pode desistir rs.

BeijoZzz

diariodumapsi disse...

Ei Isa!
O texto Espelho da Alma é lindo!
Maravilhoso!
Gd beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá
Acho que cheguei atrasado para a festa. Culpa do engarrafamento.
Parabéns pelo aniversário, e sucesso sempre.
Bjux

Cacá disse...

Amei o texto da Fátima.E o meu também. hehehe! Obrigado, Isadora. E parabéns por esta linda comemoração coletiva. Meu abraço. Paz e bem.

Lara Amaral disse...

Olá, Isa!

Vim aqui pelo blog da Ester, estou no amigo oculto organizado por ela e procurando conhecer os outros amigos participantes da brincadeira.


Beijo.

pensandoemfamilia disse...

Que festa!
Não conheço a autora do primeiro texto, mas está excelente, vou conhecê-la.
O Caca, já sou fã, de carteirinha, rs, rs, portanto não tenho mais o que dizer.
Muito boa a sua idéia...
Estarei aqui acompanhando.
bjs

Maria Célia disse...

Ei Isa
Gostei de todos dois textos. O segundo é muito verdadeiro, e é uma realidade entre nossos jovens.
É uma bela comemoração.
Bjos e boa noite.

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querida Isa

- Parabéns !!!
Estou muito honrada por ser parte desta festa tão linda, neste seu espaço tão especial, ao lado do Cacá e sua interessantíssima reflexão.
Aqui, onde "Tantos Caminhos" se encontram, caminhos tecidos pelas suas mãos delicadas, você merece colher todo o carinho e toda a ternura que espalha ao seu redor.
Deixo meus agradecimentos sinceros e um beijo especialíssimo, desejando muitos anos cheios de alegria.
Muito obrigada,

Fátima Guerra.

Mi Satake disse...

Amigaaaaaa, amei a ideia de esquecer um livro!
Parabens pelo ano de vida do seu cantinho, ta?
To correndo por conta do sorteio e outras coisinhas mas volto em breve pra falar mais contigo!

Beijoooooooos

MEUS PENSAMENTOS disse...

oi querida seja bem vinda tbm ja te sigo so que com outro link ok,,adoro as brincadeiras Ester

Cantinho She disse...

Hahaha adorei! Bjo, bjo!
She

Glorinha L de Lion disse...

Lindo o poema da Fátima e excelente reflexão do Cacá. Essa festa está ficando a cada dia melhor! Grande beijo Isa!

Beth/Lilás disse...

Nossa, o Cacá escreve bem pra caramba! hehe
Individualismo - esta é mesmo a definição para o comportamento dos jovens de hoje, não sei se sempre, mas hoje tem sido demonstrado de uma forma clara e sem o mínimo sentimento de vergonha ou arrependimento.
adorei o texto!
bjs cariocas

Denise disse...

Isa, a festa que vc organizou já me deu dois novos blogues pra seguir...rs
A Fátima me emocionou com suas analogias perfeitas - à mercê das emoções fiquei eu lendo os reflexos que descreve com tanta sensibilidade!

E aí vem a lucidez do Cacá nas observações dos comportamentos de nossos jovens, em provável conflito com suas emoções - e que parecem viver uma hipnose coletiva, indo pra lugar nenhum, distante do berço que nasceram...
Impossível não ficar bem impressionada com seus talentos de comunicação...obrigada pelos presentes!
Bjos

Daniel Savio disse...

Infelizmente, num tempo que damos valores as coisas dos que as pessoas acaba até sendo o curso natural da coisa, "/...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.