25 de novembro de 2010

Blogagem Coletiva - Minha Ideia é Meu Pincel (5ª)

Entramos na quinta semana, da blogagem coletiva proposta pela Glorinha do Café com Bolo: Minha Ideia é Meu Picel.

Ao longo dessas cinco semanas fomos desafiados a olhar para uma tela e contarmos a nossa experiência, deixando para trás aquilo que já tivéssemos ouvido sobre a tela, sobre o pintor(a), sobre o estilo
.
Frida Kahlo - Auto Retrato
Uma imagem forte é a minha primeira impressão. Um rosto sério, um olhar sisudo mas que ao mesmo tempo parece perdido, vago.

Me pergunto por que a imagem tem como fundo folhas, bichos. Talvez tenha sido pintada tentando retratar uma floresta? O colar de raízes com uma ave. 

A imagem em si me faz pouco sentido e não consigo relacionar os elementos. Ou façam total sentido e eu através de meu olhar não consigo capturar.

Acho mesmo que estou cansada. E talvez, hoje, não tenha sido um bom dia para aguçar o olhar.

Gostaria de me perder por entre essa floresta e esquecer um pouco, a violência que tem assombrado o Rio de Janeiro.

41 comentários:

Sandra Botelho disse...

Mas mesmo assim ficou muito bom teu olhar sobre a tela.
Bjos achocolatados e tenha um dia de paz.Que é o que o Rio está precisando neh?

Beatriz - Jubiart disse...

Minha amiga assisti o noticiário até as 23 hs, a queima de carro parece que continuou noite adentro, me desculpe mas isto é terrorismo!
Mudando para rosto da Frida, na adolescência a minha sobrancelha era parecida com a dela, hoje continua bem grossa e definida, só não deixo emendar rsrsrsrs.
Floresta? Vem dar um passeio por essas bandas, temos de tudo um pouco, inclusive floresta e tranqüilidade.
Espero que tudo se acalme por aí...
Bjs e um dia de luz p/ vc e os seus.

Barbie Girl disse...

Isa querida!
Andei sumida da blogosfera, mas estou voltando aos pouquinhos. Dei uma olhada nos seus post, tantos textos lindo dessa blogosfera por aí a fora e tão interessante o jeito como comemora o aniversário do seu cantinho. Inspirador!

Beijos no coração!

Beth/Lilás disse...

Isa, queridinha!
Eu entendo, aliás só quem está no caldeirão sabe o que ocorre por aqui.
Meu post já havia feito há dois dias, por isso tive mais identidade em mostrá-la.
Eu só espero que os próximos dias a coisa toda seja combatida com firmeza, senão o que ocorrerá é o crescimento em grande escala dessa violência toda. Uma tristeza só!
bjs cariocas

Fátima disse...

Oi Isadora! :)

Eu não consigo gostar dessa tela e realmente não conseguiria dizer grande coisa mas você saíu-se muito bem! :)

Beijo

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Ainda assim não deixou de expressar o que sente.
As pinturas de Frida são todas assim, fortes e impactantes. Linda a história dela.
Seu post ficou muito bom, Isa!

Beijo grande pra vc!

Macá disse...

Isa
Talvez não seja cansaço não!
Sabe que eu não conseguia escrever ontem sobre ela? Tentei, tentei várias vezes, joguei fora vários rascunhos. Não saía. Estava quase desistindo.
Li um pouco mais sobre a vida dessa mulher forte, guerreira, mas com uma vida densa, triste.
beijos

Chica disse...

Ficou linda e sincera tua participação.
O mesmo aconteceu comigo e com muitas outras...

um beijo,tudo de bom,chica

Lúcia Soares disse...

Isadora, a tela não é mesmo inspiradora.
Só ela pode entendê-la.
Acho que Frida foi uma mulher forte, por subsistir, mas fraca em seus limites. Não pôde suportar a crueldade do destino e as telas são uma amostra do aprisionamente em que vivia.

Desejo que a paz do Cristo abrace o RJ.
Bandido mandando na cidade é um pouco demais, não?
Aqui em BH a polícia é conhecida como mais eficiente, o que nem sempre ajuda, temos nossos problemas. Mas chegar a esse ponto, Deus nos proteja!
Espero que fiquem bem.
Beijo!

Lu Souza Brito disse...

Querida Isa,

Esta tela me transmite a imagem de uma mulher forte e batalhadora, mas também muito triste.

A próposito, fiquei bastante preocupada com tudo isso que está acontecendo no Rio, pensei em vocês, que insegurança e imagino, que tristeza ver que o poder público abriu mesmo mão da cidade e a deixou sob o comando de bandidos.

Espero que as coisas se acalmem por ai o quanto antes.
Bjoooooooos

António Rosa disse...

Isadora,

Apreciei muito a sua partilha, a sua visão, que gostei.

Para mim, os elementos do quadro fazem bastante sentido, pois é a própria vida da Escola do Sofrimento.

António

Astrid Annabelle disse...

Isa!
Estou com você!
Foi um grande desafio falar algo sobre esta tela de energia tão densa.
Eu não gostei mesmo.
Paciência.
Você se saiu muito bem. Foi sincera e é isto o que importa!
Um beijo de paz para o Rio.
Um beijo carinhos para voc~e.
Astrid Annabelle

orvalho do ceu disse...

OI, Isa querida
Vc relacionou muito bem a violência sofrida pela Frida e a do RJ... Post em conformidade com o atual... Parabéns!!!
To apavorada também em ter que ir pro shoow do Vinícius...
Gostei muito da simplicidade e objetividade do seu post.
Bjs de paz e excelente fim de semana pra vc com paz inteior junto aos seus.

Glorinha L de Lion disse...

Isa, entendo sua dificuldade, diante desses acontecimentos macabros em nossa cidade...nem sei o que te dizer. Frida mexe muito com as pessoas mesmo...espero que a paz seja restaurada na nossa pobre cidade tão massacrada como a pintora foi tb...beijos,

Socorro Melo disse...

Oi, Isadora!

A sua percepção da tela de Frida captou a essência do seu auto retrato, ou seja, a dor, a angústia, a seriedade, o olhar sem brilho, sem vida.
Eu imagino que os outros elementos, era pontos de ligação de Frida com a natureza, com a terra mexicana, ela se sentia uma nativa.

Um ótimo texto, com certeza!

Um grande abraço
Socorro Melo

Siala disse...

Isa, a arte de Frida é mesmo assim :) leva-nos a ter que conhecer a mulher para conseguirmos desvendar o simbolismo e sentimento que cada quadro transmite! Eu senti exactamente o mesmo há cerca de 20 anos, quando vi o seu primeiro quadro :)
Namasté

Manuela Freitas disse...

Compreendo Isa, no seu auto-retrato Frida exprimiu bem as partidas que a vida lhe pregou! Vi nas notícias os acontecimentos violentos ocorridos aí e são acontecimentos sempre muito incómodos.
Beijinhos,
Manú

Valquíria Oliveira Calado disse...

Um rosto uma condição natural, integrada a natureza, tem como adorno raizes, e como enfeite beija-flor, forte e fraco, num mesmo ser, assim somos ,não?, beijinhos.

Chris Ribeiro disse...

Adorei a sensibilidade com que você descreveu a tela.
Amo o Rio, e fico triste com tudo isso que está acontecendo.
Bjim.

@ChrisRibeiro

Aleatoriamente disse...

E que violência viu? Meu Deus estou horrorizada

Lindo texto Isa
Beijinho.

Fernanda.

Teresa Cristina disse...

Oi Isa, percebi um tom de tristeza hoje. Os blogueiros do Rio de Janeiro parecem estar todos nesse sentimento pelo que tenho lido. Não conheço a "cidade maravilhosa", mas a imagem que temos aqui é deste paradoxo de beleza e violência. Vou orar por vcs. Beijos querida para aquecer seu coração!

Maria Célia disse...

Ei Isa
Acho que esta onda de violência que atingiu o Rio, está chocando o Brasil inteiro, quanto mais quem mora aí, e tem que conviver com isto todos os dias. Dá pra tirar a inspiração de qualquer pessoa.
Que Deus tenha misericórdia desta cidade tão querida.
Bjos

Susana Vitorino disse...

Isa, obrigada por sua partilha...

A violência, infelizmente tem tantos rostos e formas...

Muita Luz para todos* Para você Estrelas como holofotes iluminando seu caminho*

Ronda disse...

Oi Isadora,
Que o Rio supere logo este problema. É triste como a violência vem fazendo parte da vida nas grandes cidades.
Abraços!!

Carla Farinazzi disse...

Isadora,

Mesmo cansada teu olhar é profundo. Faz-nos parar, voltar e refletir, buscar a compreensão.
Mas afinal, quem somos nós para compreender Frida Khalo? Mulher linda. Artista fantástica. Ser humano espetacular, não desistiu nunca. Um exemplo, afinal

Beijos

Carla

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Oi Isalinda!
Vc escreve com tanta profundidade que mesmo sem a "inspiração" vc me fez refletir...
Querida, realmente é muito triste o que tá acontecendo...é inacreditável!!! Eu tô chocada, fico espiritualmente triste em ver que o ser humano detona tudo!!!! Mas tenhamos fé né amada, vamos seguindo, fazendo a nossa parte e contando com a ajuda divina para continuar...
Beijinhos minha linda flor.

Flores e Luz.

Flaviane Koti disse...

Bom dia Isadora,
...é, a violência chegou a Cabo Frio tbm e está deixando as pessoas assustadas, ontem mesmo o comércio fechou mais cedo...mas em meio a tudo isso conseguimos uns breves momentos de descontração, graças a idéia da Lu, com a "Hora do Cafezim", ela postou uma crônica deliciosa.
ah, que flores lindas. Qto a pintura da Frida, assisti ao filme, gostei, uma mulher de temperamento forte, sofrida, batalhadora e artista.
Bjs

Nilce disse...

Este quadro me transmite muita dor.
Gostei da tua participação. Que a paz se estabeleça por aí, Isa.

Bjs no coração!

Nilce

Tatiana disse...

Um belo trabalho...que com certeza a cada um que o observar terá várias impressões!
Quanto ao Rio, desejo de coração que consigam controlar essa guerra cívil!
Que o bem vença o mal!

Um abraço carinhoso

Irene Moreira disse...

Parabéns amiga Isadora pelo aniversário de seu pedacinho de vida "Tantos Caminhos" e que continuemos por muitos anos de seguindo juntas.

Depois passe na M@myrene que tem uma lembrancinha para você.

Beijos

Denise disse...

Vim cantar parabéns pra vc, dizer que o Tantos Caminhos é uma parada obrigatória desde que fui conhecendo um pouquinho mais de vc - e me encantando.

Deixo um beijo carinhoso e o desejo de que permaneça tua presença querida neste meio blogueiro, e que continue nos brindando com ternura, sensibilidade, conhecimento e afeto. Vc é muito especial, e teu cantinho, uma delícia!

Ronda disse...

Oi Isadora,
Um comentário fora do tema do post.
Parabéns pelo aniversário do Blog!! Não faz muito tempo que conheço você e seu blog, mas já entendo porque são tão queridos.
Abraços!!

Mônica Suñer disse...

Isadora, não sei o que pensa sobre ganhar selos, mas recebi um, o selo Dardos e gostei muito. Ofereci à você e como escrevi em meu blog, aqui tem "textos que nos fazem pensar, algumas vezes até incomodam a mim, por trazerem à tona emoções que talvez fosse melhor que ficassem adormecidas, doeria menos, mas a vida é para isso mesmo e chorar faz bem!!". Caso queira, passe no blog para pegá-lo. Bjs e muito obrigada por compartilhar seus pensamentos, sempre tão ricos, conosco.

Sandra disse...

BOM DIA!
É com muito carinho que venho lhe convidar para participar da Festa de Aniver da nossa Querida Amiga Chica, no blog. INTERAÇÃO DE AMIGOS.
Hoje vc também é o meu convido(a) Especial. Vou te espera lá. Venha comigo. Vamos cantar PARABÉNS PARA ESTA LINDA RIO GRANDENSE.
Carinhosamente
Sandra

http://sandrarandrade7.blogspot.com
Ou pegar o link aqui na Curiosa.
A festa vai ser muito linda.
Vamos???
VAMOS FESTEJAR!!!!

gabriela marques. disse...

Isadora, vi você nos comentários de um blog que frequento e resolvi fazer-te uma visita.

Meu olhar talvez não seja tão aguçado, e eu nem faço ideia da verdadeira história do retrato, mas algo me diz que aqueles galhos (ou seja o que forem) no pescoço da jovem, e o cenário da natureza logo atrás dela, diz a respeito do envolvimento do homem com a vida animal, a natureza em si; porque no fundo somos animais como eles, não é mesmo? Com apenas uma diferença: somos animais racionais.

Eu vi o noticiário na Tevê, me senti culpada dessa minha língua... outro dia estava conversando com alguns amigos e cheguei a questionar se seria capaz mesmo de acontecer os jogos de 2016 aqui no Brasil. O Rio é muito perigoso, mas devido a polícia mesmo. Eles nunca conseguirão acabar com o tráfico assim, na verdade, creio que há tantas pessoas que não deviam, principalmente da política, no meio que nunca vão pegar o Cabeça do tráfico. imagine só se tirar vidas inocentes e causar esse caos todo no Rio conseguiria acabar com o tráfico que hoje em dia domina não só lá, mas o mundo inteiro.
Mas a Droga é uma Droga mesmo!
Deviam matar é quem a inventou.
Espero que o Brasil nos surpreenda e não faça vergonha em 2016. A esta hora os americanos e estrangeiros devem estar se preparando para negar o convite de vir até aqui. Imagine só.

No Rio, pra quem vê de fora, "Cidade Maravilhosa" é irônia. Pra mim, o Rio representa o mundo inteiro: Muita gente boa no meio de muita gente má.
E quem acaba sofrendo somos nós.

Ótima semana a você.
E espero que não se importe de eu ter lhe feito esta visita.
Espero eu voltar aqui mais vezes.
Beijo.

Paula disse...

Adoro Frida Kahlo! Fui em uma exposição há uns anos e me apaixonei pela história... Beijos

Luma Rosa disse...

Muito complexo mesmo! Eu imagino que ela se sentia um ser natural e por isso a representação da natureza através das plantas, os animais e ela como ser humano integrado a tudo isto, por isso também as raízes das plantas invadindo seu colo. O tempo que olhei a tela, prendi o olho no pássaro e não capturei ou não imaginei o que pudesse significar. Um pássaro preso, não em gaiola, mas acorrentado... o que será que ela queria representar ali?
Bom fim de semana! Bom descanso! Beijus,

Daniel Savio disse...

Talvez a pintora tenha visto que é necessário se integrar a naturareza, ou ver o quanto a natureza nos forma...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.

Aline Schons disse...

Eu diria que Frida associou as raízes aos ferros que passaram a fazer parte dela depois do acidente, talvez as raízes também signifiquem a consequente falta de mobilidade dela, e ao mesmo tempo uma natureza bonita por trás, que representa a sua inspiração artística.

Sim, minha imaginação é fértil hehe Beijos!

Cantinho She disse...

A história dessa mulher é impressionante... beijo, beijo querida Mosqueteira! ;)

LILIANE disse...

Isadora
quando olhei a primeira vez para a tela, pensei num menino.
um menina da floresta e dos rios.
mas sou bastante desligada, não consigo reparar muito em detalhes
estou bem preocupada com os amigos do RJ
meu Deus que judiação. que violencia.
Que todos vocês sejam protegidos
beijinho