10 de junho de 2010

De Silêncio e de Sons



Em meio ao meu eloquente silêncio, eu grito tácitas palavras.

"Silenciar é entrar em contato consigo e se avaliar. É apaziguar o coração, acalmar as emoções, revisar a conduta. É aquietar a mente e conter o impulso de proferir o que possa machucar outrem e nos causar arrependimento mais tarde. É introspecção, centramento e liberdade de voar no íntimo para buscar soluções que nem sempre as palavras oferecem. É amadurecer e ampliar o entendimento que o grito não deixa alcançar."  (Vera Pinheiro)

“nada como um dia depois do outro e uma noite no meio”…

21 comentários:

Kelly Soares disse...

Fico em silêncio e deixo essas palavras me comoverem...

Muito lindo!
Um beijo

G. disse...

Oi, Isa... Tudo bem? Um trecho que gostei muito no texto publicado é o que se segue: "Silenciar é... conter o impulso de proferir o que possa machucar outrem e nos causar arrependimento mais tarde." Poucos de nós sabem com maestria essa arte de silenciar. Entretanto, ela é primordial para a paz em todo e qualquer tipo de relacionamento. Um grande abraço! Cuide-se bem...

.•*♥*•.¸¸.• Sanzinha •.¸¸.•*♥*•. disse...

Isadora,

Muito obrigada por se importar e passar lá no meu blog para deixar os parabéns! Fiquei muito feliz!

Beijo grande!

Eliana Pessoa disse...

PREFIRO O SILÊNCIO QUE DIZER ALGO QUE MACHUCA ALGUÉM!!
EU AMO OUVIR O SILÊNCIO!!!
BJIM

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Concordo minha flor...
Adoro vc!
Beijinhos.

Flores e Luz.

Françoise disse...

Concordo tambem, o silêncio é nobre quando necessário. Evita muitos problemas no momento de raiva ou sofrimento.Pena que muitas vezes agimos por impulso e ai é tarde demais.
Bastante oportuna sua reflexão Isa,
Beijos e abraços procê.

Flavio Ferrari disse...

É interessante que justamente à noite é quando a mente grita, liberta do fluxo de informações e do pseudo-controle consciente.
Silêncio exige muito treino e concentração (como é o caso da meditação).
Ou alguns estímulos que calam, como a extrema beleza.
Eu me lembro de quando estive no Valle de los Caidos (um memorial a Franco, na Espanha) onde, de um mirante, se podia vislumbrar um vale lindíssimo. Quando dei por mim já não estava falando nem pensando. Apenas contemplando, em verdadeiro silêncio.

Luciana P. disse...

Essa noite no meio é pra equilibrar, hahahaha. Muito legal esse pequeno pensamento. Silenciar, muitas vezes, nos põe mais sóbrios do que se falássemos o dia inteiro.

Beijos pra ti e ótima sexta!

Irene Moreira disse...

Isa
É sempre bom o siêncio para repensarmos, refletirmos sobre nossa vida , nossas emoções. Lindo o testo de Vera Pinheiro.
Beijos

Elcio Tuiribepi disse...

Silêncio é sinônimo de equilibrio...estou aprendendo com ele...o silêncio..
Quanto as suas duvidas no concurso...tudo ok..mas faz o seguinte...explica sua situação lá no nosso blog ok...vou deixar o pessoal a par do seu problema...
Só nos avisa deixando um comentário lá com o link do blog com o qual você irá participar ok...e pode dizer que já havi falado comigo...
Um abraço na alma...breve vou postar foto sobre a familia ok..obrigado mais uma vez...
Beijo...e boa sorte...

Sandra disse...

Vim para perfumar ainda mais a nossa amizade.
Venho lhe oferecer rosas.
Sim.
CURIOSA lhe oferece rosas. Venha buscar. São dadas com muito carinho.
Sua amizade é muito especial para mim..Deixo um grande abraço e carinho
Sandra

Flavio Ferrari disse...

sobre seu comentário lá no Arguta:
Os anunciantes deveriam ter mais contato com o IBOPE. Quando o Isaac Mizrahi trabalhava ai na Coca Cola, tinhamos conversas bastente produtivas e inspiradoras para ambas as partes.

Isadora disse...

Oi Flávio eu não o conheci. Estou apenas há quatro anos lá. Concordo que contato deveria ser mais próximo até para que se entenda melhor que tipo de ferramentas precisamos! Tive a oportunidade de me certificar pelo Ibope, no TGI para América Latina.
Um beijo

Fátima disse...

Só é pena que ainda haja tão poucos adeptos do silêncio. Mas acho que estamos no bom caminho ;)

Bjs e bom fim de semana

Noe* disse...

Isa =D
Troquei a imagem sim, flor :)
Que bom que gostou!
Amei isso: "nada como um dia depois do outro e uma noite no meio"

Beijocas =*

Everson Russo disse...

é muito bom nessa vida parar pra refletir ouvindo o som do silencio....beijo de otimo final de semana.

Aline Schons disse...

Isadora, nesta semana escrevi um texto que fala justamente sobre o silêncio, fiquei assustada qd vi o teu post hehe Se quiser dar uma olhada, acabei de publicar. Bom finde! Beijos

Lu Souza Brito disse...

Isa,
De vez em quando eu preciso desse processo de imersão no silencio sabe? Sempre volto melhor. É mesmo um processo de auto conhecimento. É como um retiro espiritual.
Estou também aprendendo a morder a lingua e controlar as palavras para nao machucar os outros. Porque pedir desculpas não é tão difícil, mas esquecer palavras rudes ditas e ouvidas é quase impossível.
Beijokas

Espaço Aberto disse...

Isadora,

Você já pode se inscrever.
Faça o seu post, depois vá até o nosso blog e deixe lá o link para a sua postagem e um comentário confirmando, ok?

Beijo grande!

Sanzinha

Amapola disse...

Nossa... que silêncio bonito!!

Bela escolha.

Vim trazer-lhe meu abraço.

Mari disse...

Isadora querida...

Me fez lembrar a bela música que canta Leila Pinheiro, que diz assim:

" Tudo é uma questão de manter, a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo. A todas hora, a todo momento...de dentro pra fora, de fora pra dentro!"

Um beijo querida!