24 de junho de 2010

Contos de Fada

Quando pequena, sonhava ser fada,
Que desnudava o mundo concedendo desejos
Com sua varinha de condão.
(Carolina Schneider)
 
Todas as vezes que dizes que não acreditas em fadas, morre uma.
(Peter Pan)

Há algum tempo, a querida amiga Mônica, do blog Deusas e Fadas fez um post informando que dia 24 de junho é o Dia das Fadas e eu disse a ela que na data colocaria um post em homenagem. O post já foi escrito e postado, mas coloco aqui, novamente, para homenagear as Fadas e a Mônica.
 
A Pequena Marina
 
Marina tinha dez anos e vivia com os pais em um pequeno vilarejo próximo a uma floresta. O pai era lenhador e conhecia como ninguém aqueles caminhos. Volta e meia, Marina, o acompanhava.

E foi em uma tarde dessas que a menina foi surpreendida. Estava sentada sobre o tronco de uma árvore, olhando o passo apressado das formigas quando ouviu:

- Oi!

Marina olhou para os lados, mas não avistou ninguém. Voltou então às formigas.

De repente, a menina sentiu algo puxando a barra de seu vestido. Olhou para baixo e custou a acreditar no que viu: duas fadas de pouco mais de 50 cm cada uma.

Marina é claro ficou assustada, mas as fadas apressaram-se em explicar.

- Oi, Marina, eu sou a Fada do Norte e esta é a Fada do Sul. Não fique assustada, nós não lhe faremos mal algum. Nós moramos nessa floresta e a conhecemos desde que era uma menininha e acompanhava seu pai. Brincamos com você por diversas vezes, mas talvez com o passar dos anos você tenha esquecido.

- Oi - respondeu Marina e completou: eu não me lembro de vocês.

- Não tem problema nenhum, nós já sabíamos.

A menina e as duas fadas passaram o restante da tarde entre conversas e brincadeiras, até que o pai retornou e foram para casa. Chegando em casa não contou nada aos pais, pois temia que eles não acreditassem e a proibissem de voltar à floresta.

Todas às vezes em que Marina acompanhava seu pai, a Fada do Norte e a Fada do Sul estavam por lá a esperando. Eram tardes de pura alegria e diversão. Vez ou outra, as fadas davam algum conselho à menina.

Uma tarde, Marina saiu apressada de casa. Disse à mãe que logo voltaria e correu para o interior da floresta. Precisava encontrar suas amigas fadas.

Quando as avistou, saiu falando descontroladamente. As palavras saiam embaralhadas, tamanha era sua aflição. As fadas pediram que a menina tivesse calma e explicasse direitinho o que estava acontecendo.

Marina desandou a falar e assim foi nos 30 minutos seguintes. As fadas escutaram atentamente e não a interromperam. Quando a menina acabou, entreolharam-se e a fada mais velha disse:

- Minha pequena Marina, nós entendemos bem como se sente, e temos algo a dizer. Guarde isso para todos os momentos em que se sentir assim: não ter medo é como quebrar o encanto. E quebrado o encanto nada mais há de temer.

Marina voltou para casa envolta em uma leveza que jamais experimentara e a partir daquele dia sempre que sentia medo, simplesmente, quebrava o encanto.

34 comentários:

Eliana Pessoa disse...

Linda as fadas!
adoro filme que tem fadas, tipo desenho animado das princesas nele tem muitas fadinhas voando com suas asinhas reluzentes!!!kkkkkkk

Hod disse...

Oi Isa,
BAstante oportunas pois normalmente encerram mensagens, que principalmente encantam as crianças.
quando pequena minha filha exigia uma fada por dia. Esgotou meu repertório, socorri-me com A Antologia Poética de Vinicius de Marais.
Nisso hoje ela mantém esse hábito.

Beijo pra vc.

Lu Souza Brito disse...

Isa,

Eu gosto de fadas até hoje. Sou encantada por elas e me perguntava porque nunca as via. Acabei associando-as as borboletas. Agora vejo uma fadinha em cada uma delas e tenho paixão por borboletas.

Elis disse...

Que belo motivo para escrever!
Combina com teu espaço. encanta-me sempre!
Abraço
Elis

Louise Oliveira disse...

Gostei muito desse post, Isa. Deu vontade de homenageá-las tb. A Samy adora a Sininho. rs
Belo conto, amiga.
Bjs! Lu

Solange Maia disse...

Isa,

tenho uma fada na alma e outra tatuada na cintura...

e que a gente consiga sempre quebrar o encanto, e que o medo sirva apenas para nos proteger !!!

beijo carinhoso

RAFAEL disse...

Desculpe a falta de tato nesse meu comentario...mas fadas me lembram a Xuxa..rs rs rs.

beijão...e se umdia visse uma mulherzinha de 50 cm eu ia correr...como confidenciei uma vez, tenho medo de anões...sei lá pq mas tenho um certo trauma.

Sil.. disse...

Isa, eu acredito em fadas!

Muito lindoooo esse texto.
Me tocou!

E você?
É uma queridaaaaaaaa, sabia?

Um abraço grande!

Dois Rios disse...

Quão lindo e significante o seu conto, Isadora! No final das contas, as fadas representam, de uma forma lírica, a nossa própria consciência.

Beijo,
Inês

Mariana disse...

Que belo este conto.
Acredito que existem fadas, e podemos ser fadas de alguém em certos momentos da vida, e assim como pode surgir no nosso caminho fadas em forma de gente.

Sandra Botelho disse...

Ao menos as crianças tem que ter o direito de sonhar e fantasiar e não podemos roubar isso delas...
Bjos achocolatados

Mona Lisa disse...

Olá

Belo texto que encerra uma lição.

As "fadas" estão em nós, na nossa consciência.

Bjs.

Mari Amorim disse...

Sábias e belas palavras,Isadora,querida,adoro fadas e gnomos tb.
É sempre bom vir aqui.
Grande abraço,boas energias,
Mari

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Ai Isadora!!! Que linda vc!!!
Fiquei emocionada flor, olhos brilhando e sorriso de orelha a orelha, muito obrigada pelo lindo carinho que tem por mim, saiba que a recíproca é verdadeira.

E que conto mais doce este Isa!
Muito lindo, e a mensagem então, peguei pra mim rsrsrs, xô medooo rsrsrs...

Parabéns sempre pelo seu talento flor, vc escreve e qdo chega ao seu final (pq por mim não chegaria rs), eu fico olhando e procurando aonde foi que vc escreveu o resto rsrsrs...e o tal gostinho de quero mais rs.

Feliz Dia das Fadas pra vc flor, que com certeza é a Fada das Letras!

Vc mora no meu ♥ viu?
Beijinhos flor.

Flores e Luz.

Irene Moreira disse...

Linda essa história !!! Beijos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Que história mais encantadora, Isadora. Vou ler para minha sobrinha, que adora esas historias!

E seu blog é muito bonito. Os posts são muito bons, estava lendo o do incêndio e do pé torto congênito.

Muito obrigado, fiquei contente em conhecer vc e seu blog! bjs

Luciana P. disse...

Assim como a Marina, acho que eu também estou precisando rever os meus medos... Medo é uma palavra que me dá medo.
Adorei a história, ainda mais num dia com este, né. E viva as fadas!

Beijos pra ti e ótimo jogo amanhã.

Marcos disse...

Minha tia vê fadas, ou melhor acredita nelas... eu conversando com um amigo, fiquei em dúvida se elas existiam, mas meu amigo, saci me convenceu que sim!

E tanto é verdade que ganharam até um dia só para elas...

bjs

Crica disse...

Lindo texto!
Eu não sabia que as fadas tinham um dia específico no calendário...
Boa madruga pra vc tb!

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Isa flor!
Não sei pq, mas não havia visto o seu post de ontem, da sua filhinha! Acabei de ler, linda a história da sua pequena e sua claro! Fico feliz que ela esteja recuperada, ela é tão linda!
Sabe que a filhinha de uma ex aluna minha nasceu c/ os 2 pézinhos totalmente virados p/ trás e após um bom tempo de tratamento, eles ficaram normais e adivinha o que ela faz? rs dança balé! Isso mesmo, hj em dia ela está c/ uns 7, 8 anos.
Obrigada por compartilhar sua história flor.

Isa, vc poderia me passar seu e-mail? É que achei uma imagem tem uns dias e me lembrei de vc rs, foi inevitável! rs. Tão bonitinha! rs.

Bom jogo pra vc tbm!!! Brasil, Brasil!!! rs.

Flores e Luz.

Fátima disse...

Oi Isadora! :)

Como sempre é uma delícia ler os seus posts! Têm um toque mágico... muito bonito mesmo ;).

Amo a música que colocou no blog, muito calmante.

Bjs e bom fim-de-semana!

G. disse...

Olá, Isa... Passei apenas para deixar um terno abraço... E um beijo, também... Tudo de bom!...

Andrea Pagano disse...

Oi Isa!
Nossa eu e a Pietra amamos fadas, quando ela nasceu eu decorei as paredes do seu quarto com fadas e insetos e sua lembrança de nascimento eram pequenas fadas...

Eu tenho para mim que existem mais coisa entre o céu e a terra do que ar, porque acho muito egoísmo achar que somos únicos na Terra e no universo...

Obrigada pela ajuda e por estar lá, me acompanhando na alegria e na tristeza... Estamos bem, Graças a Deus!

Bjs e ótimo final de semana para vc e sua família.

Rafael Castellar das Neves disse...

GOstei....ainda mais da citação do Peter Pan...lembrei muito da infância!

[]s

Everson Russo disse...

Todos nós carregamos no peito e na vida,,vontade de viver contos de fadas....beijos de bom final de semana.

Wanderley Elian Lima disse...

Não acredito em Fadas, mas que elas existem, existem...
Beijos

Felina Mulher disse...

Eu acredito em fadas e duendes, apesar de ser uma bruxa...kkkkkk

Linda sua postagem, adoro tua sensibilidade.

Um beijo Isa.

Mulher de Fases disse...

Adoro fadas e acredito demais nelas, assim como nos demais elementos da natureza.
Meu jardim é repleto desses seres que nos mantem ligados à nossa mãe maior.
Bjssss

Teresa Cristina disse...

Querida Isadora, não foi por acaso que estou seguindo o seu blog e tendo a oportunidade de encontrar pessoas que compartilham de valores parecidos com os nossos,e eu sinto isso em vc. Obrigada pelo carinho, estou bem melhor, a sombra já está se dissipando. Grande beijo!

Graça Pereira disse...

A Fada mais bonmita aqui...és TU, minha querida!
Um beijo amigo
Graça

lis disse...

OI Isadora
Acredito em fadas como acredito em anjos , lógico que todos assustariam com esses pequenos seres ,mas como no conto basta ter medo pra quebrar o e canto rsrs
Gostei , mando beijos

Clau Finotti disse...

Que lindinho seu blog!
Estou seguindo!

Tbém gosto de fadinhas, mas para mim elas tem um sentido especial.

Visite meu outro blog e descubra, acho que irá gostar!

Bjos.

Clau

acreditoemfadasmadrinhas.blogspot.com

Gilmar disse...

Pois é, Isadora! E quantas fadas que não usam sua varinha mágica e nem vestem trajes pompososm, por vezes, com palavras de afeto e carinho, reascendem o ânimo, encorajam e restauram o brilho dos olhos?!! Feito você! Cultivar a amizade, o respeito e a mútua admiração é magia que não fica guardada na infância. Alcança outros mundos!

Uma vez mais, obrigado pela generosidade nos comentários.

Um ótimo final de semana!

ஐ¸.*Lady *.¸ஐ disse...

Amo contos de fadas!
Nossa imaginação voa...
Temos que manter nosso mundo de fantasias, nosso refúgio.rs
Tenha um lindo fim de semana.
Com carinho, Lady.
Bjs