13 de outubro de 2010

Do tanto que senti






Quero te encontrar
E te contar
O tanto que vivi
O quanto esperei por ti
Deitada na rede vendo o entardecer
Sentada na varanda vendo o sol nascer  

Quero te encontrar
E te contar
O quanto vi
O quanto esperei por ti
A felicidade compartilhada
A esperança renovada  

Quero te encontrar
E te contar
O quanto que sorri
O quanto esperei por ti
A criança brincando na grama
A fruta roubada do pé  

Quero te encontrar
E te contar
O quanto que ouvi
O quanto esperei por ti
Das histórias contadas com amor

Quero te encontrar
E te contar
O quanto que senti
O quanto esperei por ti
O difícil caminho que percorri
A saudade que não cabe em mim 
E mesmo nesses dias sem ti
Eu vivi, sorri, vi, ouvi e senti

39 comentários:

Tati Pastorello disse...

Amiga, depois dos contos marcantes agora ataca de lindos poemas? Nossa, quanta emoção em cada linha! Muito bonito.
Parabéns amiga!!
Beijos.

Cacá disse...

Belíssimo, Isadora! bom dia! Paz e bem.

Suziley disse...

Linda poesia Isadora. Que tenha um bom dia, beijos no seu coração ;)

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Que lindo Isa!
Tem mto sentimento esse poema, profundo!

um bom dia pra vc

Tatiana disse...

Que poema mais lindo!

A certeza de alguém em nós... é assim!
Um vontade de encontrar sem fim!

Um beijo carinhoso

VELOSO disse...

Sempre alto astral ! Lindo poema minha amiga!

Isadora disse...

Meus amigos vocês são de uma generosidade sem tamanho. Eu aqui arriscando umas linhas e vocês me dando essa injeção de ânimo.

Tati, obrigada pelo carinho (sempre) com minhas palavras escritas!

Cacá, obrigada pela presença constante e pelos comentários sempre alegres e coloborativos.

Suziely, obrigada também por ter sido uma amiga sempre presente aqui.

Alê, o coração transborda e tentamos colocar em pequenas linhas.

Tatiana, obrigada também pelas palavras carinhosas. O esperar quando se ama é assim - rs!

Veloso, meu querido amigo, sua presença por aqui é sempre uma alegria. Estou lhe devendo uma visita, mas o farei.

Um beijo a todos

Beth/Lilás disse...

Bom dia, Isadora!
Que lindo poema!
Você voltou inspiradíssima pelo jeito, gostei.
beijos cariocas

welze disse...

terá sim esse encontro e poderá dizer essas belas palavras. adorei

lis disse...

Adorei Isadora
"quero te encontrar" rsrs
que delícia ler seus contos , seus poemas .
Parabéns pelo dom de encantar.
abraços

Carla Farinazzi disse...

Isa, que sensibilidade...

Que ternura e que delícia suas palavras. Lindíssimo

Beijo

Carla

Mari disse...

Ah sentimento, danado, bandido...
Amei seu poema Isa!
Beijos

Chica disse...

Maravilhoso e cheio de sensibilidade. Podemos viver, sentir, fazer tudo sempre, com ou sem o outro...beijos,chica

Bordados e Retalhos disse...

Lindo Isa, a saudade cantada em verso sempre nos emociona. Bjs

Daniel Savio disse...

Bonita a poesia, mas com certeza, o melhor de ter saudade é que se pode mata-la com o motivo dela...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.

Misturação - Ana Karla disse...

Isa,
eu só tenho a concordar plenamente com todos.
Belíssimo!

Xeros

Lis. disse...

É, parece-me que agora...
Sem milonga nem demora...
É só poesia com Isadora.

Meus parabéns gatinha!!

Maria Célia disse...

Boa tarde, Isa
Muito bacana seu poema, que inspiração!
Bjos

Lu Souza Brito disse...

Olá Isa,

Bom voltar aqui e encontrar tão linda poesia. Que inspiração hein!
No amor em si ou na vida real (...) rsrsrsr.

Beijokas
Lu

Patricia s2 disse...

lindo poema!!!!
ai essa saudade...

Cantinho da Cê disse...

Boa noite Isa,

Pelo jeito a pausa lhe fez bem, voltou inspirada...lindo poema...

Beijos

pensandoemfamilia disse...

Lindo, repleto de sentimentos. Alma de poeta.
bjs

EDER RIBEIRO disse...

Isa, o poema é melodioso e rítmico, vá em frente quem vc tem traquejo para os versos. Bjos.

Liene disse...

Oi Isadora...

E a vida é feita de encontros e principalmente reencontros. E esse é o lado bom das ausências.

゚・*:.。.Beijos de Luz! .。.:*・゚

Mimo Chic disse...

Nossa Isa,
Que lindo, que presente encontra seu blog, LINDO!!!
seguiremos...
esperamos retribuir com um pouco de carinho com o nosso
Bjs
Lulu & Sol

VaneZa disse...

Nossa, Isa, que lindo... só você mesma.

BeijoZZz

Uni ver sos disse...

Isa querida,

Tem selinho para vc em meu blog, passe lá depois,

de coração,
Ester.~

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Belas palavras!

Fátima disse...

Oi Isadora!

Essas são palavras que eu poderia ter escrito se fosse escritora ;) mas em muito revela o que sinto e o que preciso encontrar.

Belíssimo post!

Bjs

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

lindo poema deixa bem claro que mesmo com saudade consigo viver sem ti!!

Mi Satake disse...

Lindo poema, Isa!
E caminhar nossos caminhos alimentados pelo sonho e pelo amor, sempre.

Beijo

Isadora disse...

Beth, Welze, Lis, Carla e Mari obrigada pelas palavras e pelo carinho. Sem preço!

Chica, Gi, Daniel, Ana e Lis. também amigos queridos que sempre estão por aqui dando uma força e incentivando as linhas escritas.

Maria Célia, Lu (saudade!, Patrícia, Cê, Norma muitas vezes carregamos sentimentos dentro de nós que transbordam e exigem vir na forma escrita.

Eder, obrigada pelo apoio e incentivo. Vale muito!

Liene, obrigada pela visita e pelo carinho.

Mariana disse...

Belo poema.
Voltaste inspirada, e isto é mt bom.
bjs

Fátima disse...

Isa minha querida,é isso aí,deixa aflorar essa sensibilidade,está se revelando...adorei.
E que bom ter vivido,sorrido,sentido mesmo sem tê-lo ao seu lado,pois a vida não pode parar ou estagnar pela ausencia sentida.

Beijinho com carinho.

orvalho do ceu disse...

Oi, querida Isadora
Com muita saudade, há 15 dias fora, viajando pra cá e pra lá, chego cheia de saudade dos amigos... Como está vc, amiga? Tomara que muito bem!
O espaço do coração é mesmo muito pequeno para caber o tamanho da saudade que nos fica... muitas vezes... lindo o que escreveu...
Abraços fraternais com meu carinho.

Nilce disse...

Mas que chique, Isadora.
Poema muito lindo. Você anda escondendo mais coisas da gente, não?
Amei, querida. Da vontade de falar em voz alta para um alguém.

Bjs no coração!

Nilce

Socorro Melo disse...

Isadora,

Vida, emoção, esperança, sonhos... tudo entrelaçado nesse belo poema, que nos leva numa viagem, através do pensamento, nos lembrando de situações reais de nossas vidas, de momentos passados, doces e inesquecíveis.

Beijos
Socorro Melo

Gilmar disse...

Dizer o que mais, depois de tantos "rasgados" elogios?!

A mágica da poesia é exatamente a de provocar os sentidos dos outros, aguçar-lhes saudades, sonhos e desejos. E a sua poesia faz isso! Reaviva pegadas, mesmo quando a distância fora aberta há pouco, por conta de outras demandas. Não há separação, somente uma distância prestes a se encurtar...

Você é danadinha, Isadora!

Irene Moreira disse...

Isa

O que devo mais dizer do que foi dito. Sou uma apaixonada pela poesia, pelo transmitir os sentimentos em prosa e verso. Rimar soa como amar e nada mais belo do que levar a vida em rimas.

Amei teu poema que expressa a saudade, mas mostra que ele não impede que viva, sorria, veja, ouça e sintaé isso ´pe que é o importante.

Depois de ler tanta coisa bonita vou ter que marcar presença constante.


Beijos