18 de agosto de 2010

Se eu fosse você



 Sofia teve um dia daqueles no trabalho. Relatórios pedidos em cima da hora para uma reunião, na manhã do dia seguinte, uma apresentação que seria feita para o novo vice-presidente em tempo recorde – quatro dias, e mais as coisas normais do dia-a-dia.

Com a vida pessoal não havia sido diferente: a mãe ligara perguntando se ela tinha feito a matrícula do filho, no judô. Claro que não, ela esqueceu e bateu aquela culpa. O marido ligou perguntando qual era o horário da consulta dele, no médico, pois estava atrasado. Claro que ela havia esquecido, em casa, a agenda com o horário e o telefone. 

Um dia de pânico e terror e para completar, quando chegou em casa, a empregada disse que não foi ao supermercado, pois ela esquecera de deixar o dinheiro.


Nossa que dia e entre um impropério e outro falou para si mesma bem alto: 

- Na próxima encarnação quero nascer homem!

Aos meus amigos, do sexo masculino que me dão a honra de suas visitas, por favor ,não se ofendam. É apenas uma crônica!

36 comentários:

Beth/Lilás disse...

Isa,
A gente sofre, mas adora ser mulherzinha. Eu pelo menos sou assim.
Não quero voltar homem não, adoro uns badulaques, brinco, batom, roupitchas, botas, cachecol e aí, como ficaria de homem? Só se eu voltar um belo gay, aí pode ser. hehe
beijinhos cariocas friorentos

Lua Nova disse...

Uma crônica, mas muito verdadeira. Nessas horas é que a gente entende porque a mulher tem 4 milhões de neurônios a mais que eles...
rsrsrr. Eles dizem que precisamos deles pra fazer as mesmas coisas que eles fazem com 4 milhões a menos. Tá. O cotidiano prova que não é bem assim.
Minha linda, obrigada pela solidariedade e pelas palavras carinhosas.
Adorei seu blog, adorei vc, adorei seus textos.
Estarei sempre por aqui.
Beijos.
Seguindo...

Lis. disse...

Sim... Certamente que trata-se de uma crônica carioca, mas ninguém tem condições para escreve-la caso não tenha experiência, ou bagagem suficiênte para criá-la.

São coisas das vida... rs

Saudações.

lis disse...

Oi Isadora
Tem dia que nada dá certo mesmo independente do sexo rsrs
Só que geralmente e quase sempre os compromissos do homem é com ele mesmo rs repare só - empregada, filhos, supermercado, médicos , escola , tarefas extras e outros e mais rsrs sempre sobrecarregando a mulher .
Essa divisão é injusta já tá mais que dita,ainda falta muito pro avanço do homem se comparada com a polivalência feminina.
Dizem que temos hoje um outro homem que cuida da casa e dos filhos.Onde estarão? em que planeta? rs
E pensar que são as mulheres que educam seus "meninos" dessa forma - bem soltinhos , sem compromisso com nada , fala aí se estou errada? rsrs
é pauta pra muito dias Isa.

abraços e beijinhos amiga Relaxa.

Renato Bueloni Ferreira disse...

Há muitas mulheres que são o pilar e sustentáculo de todos que orbitam ao seu redor. Sem estas heroínas, os outros se perdem.
Agora, homem que é dependente de tudo e não ajuda está ultrapassado. Há muitos, mas sou totalmente contra este tipo de atitude.
bj

Lu Souza Brito disse...

Ahahahha, ai Isa, tem dias que acordo com vontade de ser homem também. Mas a vontade passa rapidinho, rapidinho. Deus me livre, com todas as descomplicações deles, prefiro as minhas complicações, sério!!!!

Congelando por aí?
O frio aqui já chegou nos meus ossos. Travei o pescoço.

Fátima disse...

E não é? Concordo plenamente. Vida de homem é muito mais fácil do que a nossa, mas até que eles agora lá dão uma ajudinha de vez em quando.

Bj

Bordados e Retalhos disse...

Isa, tem dias que também gostaria de ter nascido homem. Mas a culpa é nossa, pois assumimos as coisas com tamanha intensidade e paixão que equecemos que somos gente. O homem tem um dia estressante, chega em casa, liga a TV e relaxa, apesar de que isso vem mudando, aliás os homens estão mudando. Mas ja reparou que mesmo os homens moderninhos tem um limite para as questões da casa. Eles ajudam mas não assumem. Então quero nascer masi desligados dessas coisas como os homens nasceram. Rsrsrsr. Adorei. Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

kkkkkkkkkkkk, não é bem assim, hoje as tarefas são distribuídas igualmente (ou deveriam) entre o casal. Mas as mulheres, sempre acham que fazem mais. Será por que?
Bjux

Tati Pastorello disse...

OI Isa, ando me tornando "o homem da casa" em algumas coisas, e tenho delegado ao Vi parte das nossas muitas atribuições. Fica feito como eu faria? Não, mas quem disse que tem que ser assim? Ando menos sobrecarregada agora! hehehe
Adorei o texto. Beijos.

Graça Pereira disse...

Crónica verdadeira...porque há muitos dias assim...nada acerta com nada... Mas são apenas dias... eu não quereria ser homem...apenas por uma razão: a Mulher é muito mais forte e arranja solução para tudo...eles vivem pendurados ...em nós.
Beijocas
Graça

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

AS MULHERES SÃO SUPER IMPORTANTES EM CASA OU NO TRABALHO ,POR ISSO ESQUECEMOS UMA COISINHA OU OUTRA KKKKKKKKK
BEIJO

Nilce disse...

Adorei o texto Isa!

Hoje em dia a maioria das mulheres acumulou muitas funções.
Mesmo assim, não desejaria ser homem. Não teria o prazer de ser mãe, ter que usar salto, ir ao salão, fazer depilação, experimentar um monte de roupas, ganhar flores com chocolate e muito mais.
No fundo adoramos tudo isso.

Bjs no coração!

Nilce

Cantinho She - Sheila Mendonça disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ai, ai, muito bom!
Bjo, bjo! ;)

Daniel Savio disse...

Uia, mas por que ela teria de tomar conta de todos os compromissos?

As pessoas respectivas também tem tomar conta...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.

Dama de Cinzas disse...

Quero continuar nascendo mulher, mas espero que quando eu renasça a sociedade esteja mais justa pra gente, porque a coisa tá braba... São ganhamos deveres a mais.. rs

Beijocas

Manuela Freitas disse...

Isadora minha querida,
Realmente é uma «freima» dos diabos, mas nós mulheres às vezes pecamos porque queremos estar sempre em cima de tudo, temos que delegar responsabilidades.
Ser homem agora não me dava geito nenhum!...rsrsrs
Beijinhos,
Manú

Hod disse...

Isasora, belíssima crônica.
Entretanto penso que haverá uma época no futuro que esses conflitos entre M X H deixarão de existir, ou será a ruína das civilizações.

Boa semana,

Beijos pra vc.

diariodumapsi disse...

Nós mulheres vivemos sobrecarregadas, nós mesmas nos cobramos para ser mulheres superpoderosas!
Gd beijo Isa

Luma Rosa disse...

Ah, não!! Mudar de sexo, jamais! Quero voltar sendo mulher!

Acho que precisamos delegar tarefas! Não é à toa que estamos olhando outras qualidades na hora de selecionar homens como companheiros de vida e eles estão mudando o comportamento e melhorando muito! :)
Se ambos trabalham fora, porque também não dividem a administração familiar e doméstica?
Beijus,

Felina Mulher disse...

esse texto me lembrou uma palestra que dei sobre o tema de quem liderava melhor, o homem ou a mulher? e ao afirmar que nós mulheres, exercemos várias funçoes durante o dia, tais como: do trabalho comandamos a nossa empregada , os nossos filhos, conseguimos organizar uma festa de aniversário pelo telefone, etc...e a grande maioria dos homens qdo chegam no escritorio exercem somente aquela função e esquecem de todo o resto. E um rapaz se levantou e me chamou de feminista sexista....kkkkkkkkk....É por essas e outras que eu adoroooo ser mulher.

Ivy disse...

Amiga, vim só matar a saudade, ando meio ausente, mas, se Deus quiser, logo logo estou de volta...

Bjsss

Andrea Pagano disse...

Oi Isa!
É isso mesmo amiga, ficamos quase com todo peso em cima de nós e isso às vezes nos sufoca tanto e tanto... Tem hora que parece que preciso de ar!

Saudades de vc, de suas crônicas...
Obrigada mais uma vez pela força, estou caminhando...

Bjs

Irene Moreira disse...

Isa
Amiga não me assusto mais porque pode ser uma crônica, mas já vivi dias bem semelhantes ao que a Sofia passou.

E te digo que dei graças A Deus de não ser dia de TPM.

Beijos

Gilmar disse...

Que maldade, Isadora!!!! Os homens são tão prestativos e atenciosos! São tão dedicados à casa, aos afazeres domésticos, sempre preocupados com a sobrecarga feminina! Dividem as obrigações, auxiliam no arranjo da casa, cuidam da educação dos filhos!

(rsrs)

Brincadeira. Embora haja mudanças, significativas mudanças nas posturas emprestadas pelos homens em relação à cumplicidade exigida no cotidiano das relações, é preciso reconhecer que ainda falta muito! No geral, ainda falta muito. É claro que as excessões estão por aí, a criar os estímulos necessários.

Abraços!

legalmente loira... disse...

oi isa,
eu me sinto uma superpoderosa de roupa rosa e tudo o mais rsrsrs.
sinto sua falta.
bjos com carinho.

Everson Russo disse...

Voces mulheres sempre serão insuperaveis,,,e nada impede de terem um dia assim,,onde tudo parece dar ao contrario,,,,beijos de bom dia pra ti querida.

Françoise disse...

Ahhh, adorei seu texto, mas acho que também gostaria de nascer mulher de novo, quem sabe mais magrinha é claro, rs..... E aquela sensação unica de amamentar, ai, não trocaria isso por nada deste mundo.......

Beijos e abraços bem apertado nocê, até amanhã na blogagem da Glorinha,

Fran

AC disse...

Gostei muito do texto.
Embora seja perigoso generalizar, creio que, no essencial, você tem razão, embora ache que o tema dê pano para mangas...

Beijo :)

Mari disse...

Perfeita sua crônica Isa...quem de nós não se v~e ai tão precisamente descrita!
Beijos

Fernanda disse...

Então minha amiga, respira fundo, que isso foi só um dia!
rs...eu pra incentivar sou uma beleza né!?
bjs.

pensandoemfamilia disse...

Adoro ser mulher, mas acho que o nosso gênero tem dificuldade de dividir tarefas quando não se coloca, também, fazendo tudo para ter controle.
bjs

Tati Pastorello disse...

Isa querida, obrigada pelo carinho. Tomara que dê, mas se não der, já me sinto premiada!
Agora, mais uma aula de tuí para principiantes,ok? Como eu coloco link da promoção lá?
Beijos.

Jeanne disse...

Acontece. Tem dias que parece que tudo sai errado.
Já pensei assim antigamente, hoje acho que tanto faz, homem ou mulher, cada um tem seus encantos e suas limitações...
Adorei a crônica, bem atual, acho que todas vão se identificar no teu texto,rsrsrs
Beijos

Yoyo disse...

Não consigo me imaginar homem. Acho que eu seria gay,hehehe
Obrigada pelo seu voto, amada.
Bjo

Crica Viegas disse...

Eu alterno entre o general e a lavadeira do quartel aqui de casa
Hahaahahahahaahhaahah
A gente não ganha nada, mas se diverte!