18 de julho de 2010

Tem alguém aí com saudade?



Eu sinto saudade, você sente saudade. Todos nós sentimos saudade.

Saudade é abstrata, "não tem cor, mas tem cheiro, não podemos tocá-la, mas podemos senti-la" enorme ou pequenininha.

Sentimos saudade de pessoas, de cheiros, de lembranças, de lugares, de músicas e dentro de nós, em nossa alma, indelével, guardamos nossos preciosos tesouros.

Muitas vezes, nossa saudade é catalogada e as guardamos em caixinhas cujo tamanho pode variar e até mesmo o lugar onde guardamos.

Algumas caminham, aninhadas, conosco, e são as que colocamos nas prateleiras de mais fácil acesso, aquelas em que apenas precisamos estender o braço. Aquelas que demoramos um tempo para nos lembrarmos, ou que estão guardadas, quietinhas, e de repente nos assaltam de supetão. São as que nos encantam, que nos aquecem em dias como esses de inverno, que nos fazem dançar ao som de uma linda melodia, ou que, simplesmente, nos fazem alegres e serenos.

Outras se valem apenas de um descuido nosso, para vir fazer companhia. Puxam uma cadeira, sem a menor cerimônia, perguntam se tem um café fresquinho e ficam nos olhando como que se indagando: Ei, você não lembra mais de mim. Não sente saudade? Talvez, essas sejam as que ficam guardadas, nas prateleiras mais altas, aquelas que nem mesmo esticando o braço e ficando na ponta do pé conseguimos alcançar. E pegar escada ou banco para alcançá-las dá tanto trabalho... Deve ser para que fiquem meio que esquecidas mesmo. Se nós as abrirmos vamos nos deparar com ausências que preferimos não lembrar, podemos nos lembrar do que encontramos e que não mais retornará ou até mesmo de algo que sentimos e que não voltaremos mais a sentir.

De qualquer forma, a saudade que guardamos nas prateleiras mais baixas ou nas mais altas são um retrato do nosso passado. "É prova incontestável de tudo o que vivemos e que ficará guardado para sempre em nossa alma."

Você me perguntou se eu sentiria saudade e isso tudo é para lhe dizer que, hoje, sinto saudade. Saudade do café fresquinho pela manhã, saudade do bom dia, saudade de apenas contemplar, saudade do cheiro, saudade das panelas exalando aromas, saudade do abraço, saudade da música que toca dentro de mim, quando você está perto.

Saudade boa, doce, que aquece a alma e me faz sorrir. Hoje, envio para você, a minha saudade escrita e junto a ela, o meu largo sorriso.

E você está com saudade?

As partes em itálico foram extraídas de um texto da Net (autor desconhecido). Vai que pelo descuido me acusam de plágio por aí. Ui que medo - rs!

37 comentários:

ღPat.ღ disse...

Ai amiga.. bem agora vem falar em saudade? rsrs
Sim, estou morrendo de saudades!!!!!
Saudade de tantas coisas...

Deixo um beijo especial com carinho.
Adoro-te e admiro imenso você amadinha.

Meu cunhado está melhor, obrigada pelo carinho. xxx

Lis. disse...

É carioca...

Parece que essa coisa de saudade é mesmo contagiosa. Até a Inês dos Dois-Rios qualificou-te como: "SUAVE" Isadora.

Será mesmo? Com, ou sem saudade, sem Esses ou com Esses, és mesmo qualificada como Suaaaaaaave!?

Ave, de saudade se compõe cada suave momento, em cada intento de ser feliz, sem lamentos, e vive-se tão bem de saudade sem idade, como qualquer singelo, meigo e terno, ser aprendiz.

Lis.

Françoise disse...

Que texto lindo Isa.... Sabe que sou suspeita para responder sua pergunta não é? Rs,rs....
Sinto saudades todos os dias e de muitas coisas. Hoje mesmo sem ter o que fazer estava aqui na sacada com marido jogando pif e comentamos que estamos com muita vontade de dar um mergulho no mar das nossas lindas praias quentinhas. Completamos ainda que sentimos saudade dos amigos e de estar em nossa casa com as nossas coisas... Andamos saudosistas e se por um lado isso é ruim por outro nos sentimos mais sensíveis com as coisas simples deste mundo.

Gostei de passar hoje por aqui,
Tenha um ótimo domingo.
Beijos

cantinho she disse...

Oie querida! Uhuuuuuuuu! Ganheeeeeeeei! kkkkkkk Muito legal!
Adorei!

Adorei tb o seu post, sim sinto saudades, e confesso que é uma saudade diferente, saudade do que ainda não vivi, mas que estou com enorme desejo de viver, enfim... rs
Beijo, beijo!
She

Beth/Lilás disse...

Boa tarde Isadora!
Tem dias que a saudade que sinto é das coisas da juventude, dos tempos bons do meu Rio de Janeiro, dos cheiros da casa de infância e da minha mãe que não posso estar sempre junto.
Tinha muitas saudades do filho, mas agora ele voltou e está aqui fazendo barulho, ouvindo o som bem alto e quase me endoidando, mas é bom, ele enche a casa e nosso coração.
um beijo grande e carioca

Eliana Pessoa disse...

NOSSA QUE TEXTO LINDO SEMPRE ME IDENTIFICO!
TENHO TANTA SAUDADE....

Solange Maia disse...

saudade que eu escrevo tanto, que eu sinto tanto... que em alguns dias me faz tão bem, e em outros me faz ser só melancolia....

saudade boa é a que a gente consegue matar....

beijo carinhoso

EDER RIBEIRO disse...

Só tem saudade quem marcou, quem se significou para alguém, ou algo que se significou para si. Sinto bastante saudades do meu avô, e aproveitando o momento, permita dizer aqui, Ave Pedro, sempre, meu avô. Bjos.

Cadinho RoCo disse...

Que delícia ter acesso ao aconchego da sua saudade, ao discurso desse seu sentimento impregnado de amor e carinho, de sensibilidade e crença no instante agora que traz o cheiro da saudade perfumada e pronunciada por sua inspiração.
Cadinho RoCo

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Isadora...
Saudade é algo que mexe com o interior das pessoas, mexe com a alma, sacode o coração e nos faz lembrar...lembrar...
Que todas as saudades possam ser assasinadas um dia, mesmo que depois elas ressuscitem, ai a gente sente de novo e faz desse sentimento um eterno ir e vir...pois como é bom matar uma saudade...rsrs
Um abraço na alma Isadora...
um abraço na alma solidária
beijo

Isadora disse...

Coloco aqui um comentário deixado pelo amigo Veloso, no blog que criei para teste:

Isadora quem agradece pelo conto sou eu queria fazer uma ilustração mas por total falta de tempo e tive que usar uma imagem da internet que bom que voc~e gostou um ótimo final de semana e estou muito feliz que voc~e entendeu o espirito do Baú!

Pérola disse...

Amada muito obrigado pelo carinho da visita.
Hoje eu ñ estou bem, ñ posso negar,estou muito triste sim mas eu sei q vai passar ok.
Saudades as vezes é tão doíiiiiiiido né flor.
Adorei o seu texto,do jeito q to sensível é um prato cheio rs.
Parabéns.
Beijokas

Betah Nahuz disse...

Como sempre me deixou com um nó na garganta ao ler mais um texto Isa!
Adoreeeeeeei!!!
=)

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Boa noite flor!
É complicado...antigamente sentia saudades de coisas completamente tranquilas...mas depois que minha mãezinha partiu e depois de 6 meses meu paizinho tbm se foi...menina...é duro! Essa saudade se sobrepõe a qualquer outra que já tive um dia...ai como dói viu?! Bom, parando por aqui senão já viu...
Beijnhos flor linda, e um ótimo domingo pra vc.

Flores e Luz.

Hod disse...

Saudade de emoções que foram condensadas e nessa condenssação pingou primeiro como o reneno, depois em gotas de chuva, saudade que faz o coração ficar afetuoso.

Beijo pra vc Isadora.

Dama de Cinzas disse...

Eu não sou saudosita, definitivamente não!

Eu fico vendo umas pessoas que vivem dizendo que na minha época isso, na minha época aquilo... Isso me causa irritação, porque a minha época é hoje, ano de 2010, é o meu presente, época que eu posso interagir...

Mas é óbvio que tenho saudades. Tenho saudades das baladas do meus vinte anos e saudade de algumas pessoas que passaram pela minha vida...

Beijocas

Paty Fabbri disse...

Amiga... que lindo....
saudade de vc.... muitona!!!
bjoss

Irene Moreira disse...

Isadora
Que bom dia gostoso num dia de domingo. Domingo um dia que ler sobre saudades ao som de "Time to say good bye" (adoro também quando cantado por Andrea Bocelli)é me fazer chorar e querer o colinho de mamãe.
Tudo muito lindo e obrigado por me fazer lembrar como é bom saber de onde viemos e recordar momentos tão lindos e pessoas que sempre amaremos não importando em que caixinha ou prateleira estejam, mas elas estarão lá para sempre.

Beijos e bom domingo

Manuela Freitas disse...

Olá querida Isadora,
Adorei a tua divagação sobre a saudade. A saudade é muito da nossa língua, mas isso a que chamamos saudade todos a devem sentir. A partir do momento em que descobrimos em nós a saudade, nunca mais a deixamos de a sentir, por tantas e variadas coisas!...Todos os dias trabalhamos para a saudade, um dia vou ter saudade deste momento!...
Muitos beijinhos,
Manú

pensandoemfamilia disse...

OLá
Saudade, nada mais que saudades... Vivemos emoções que não desaparecem que nos marcam e que sabemos que não se repetirão, porém as vivenciamos e guardamos. São tantas as prateleiras, felizmente, pois significa que estamos VIVOS.
bjs

Fatima Guerra disse...

Querida,

que lindo texto!
Já disse alguém que: "Saudade não significa que estamos separados, mas que, um dia, estivemos juntos".
Você é muito querida !
Beijos
Fátima Guerra

Principe Encantado disse...

"A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."
Rubem Alves

Abraços forte
Gostei de seu espaço

Crica Viegas disse...

Saudade...que coisa mais incômoda às vezes, pois agente sente porque não pode voltar no tempo.
Adorei sua reflexão, foi mais ou menos como aquele meu post...muito lindo texto!

Wanderley Elian Lima disse...

Todos sentimos saudades. Umas doem outras nem tanto, mas todas são registros de nossa vida. Não vivo só de saudades, mas elas sempre me acompanham. Quanta saudade de meu pai.
Beijos

Elcio Tuiribepi disse...

Oi isadora...valeu pela passagem lá no Verseiro 2...rss
E concordo com voc~e..o sorriso tem que ser valente...teimoso...
E estar sempre presente na vida da gente...
Um abraço na alma...um sorriso
beijo

Cigana do Oriente disse...

Saudades são o retrato de nosso passado, perfeita frase!
Belo texto!
Beijos e uma semana iluminada pra você!

Teresa Cristina disse...

Oi Isa! Que lindo texto. Eu sinto saudades de muita coisa...no momento as minhas saudades não andam tão atacadas, rsrsrs. Mas às vezes me pego pensando como foi legal a minha adolescência em que eu tinha uma turma e jogava vôlei na rua, na época da faculdade e nos amigos que fiz por lá e agora tá cada um para o seu canto...nessas coisas. Beijocas!!!

Tati Pastorello disse...

Oi Isa,
Estou com saudade. Minha saudade tem som de teclas, e é virtual, mas com sentimentos reais! Saudade de estar aqui... mas isso acaba semana que vem, se Deus quiser... Aí vem a pergunta do Bê: "Só se o Deus querê que vai acabar?" Não é uma boa pergunta?
Sentiremos saudade destas crianças que serão gente grande já-já. Me disseram isso algumas vezes... hehehe
Amei o texto.
Beijos.

Louise Oliveira disse...

Eu não gosto de sentir saudade, me sufoca. rs
Amiga, se o encontro for no dia 14, nao vai dar p eu ir, pq tenho um compromisso familiar, se for outro dia, faremos uma forcinha.
Bjs! Amigaaaaaaa.
Lu

Jeanne disse...

Isadora, li teu conto no blog do Veloso, e como gostei muito, vim dar uma conferida.
Saudades tenho muitas, mas talvez a maior delas seja a saudade de mim mesma na juventude...
Sei lá, talvez ter oportunidade de consertar algumas coisas?
Beijos :)

.•*♥*•.¸¸.• Sanzinha •.¸¸.•*♥*•. disse...

Isadora, nossa vida é toda embrulhada numa grande colcha de retalhos de saudade.

Adorei o texto.

Beijo grande e ótima semana!

Pérola disse...

Vim te deixar o meu beijo flor e lhe desejar uma exelente semana.
Beijokas.

Andrea Pagano disse...

Oiee Isa,
Eu sinto saudades de tantas coisas, não sou apegada a coisas materiais, como casa, roupas ou mesmo a beleza de um época...
Mas sinto falta e saudade da inocência nas amizades, saudades da minha avó, de como era bom tomar um sorvete tão esperado, ficar na expectativa de algo acontecer...

Tenho saudade da época que as pessoas se viam mais, tinham mais conversas...Como diz o legião " O mundo anda tao complicado..."
O acesso permite que não há mais graça no sorvete, se tornou banal, porém em torno no "sorvete" o evento, o diálogo e a expectativa de algo em conjunto, os sabores, os risos, prazeres assim compartilhados... Isso que sinto saudade...

Adorei o texto e obrigada por te passado lá, lembrado de desejar um bom final de semana...
Sinto "saudades" disso também, gente que se importa com gente!
Bjs

VELOSO disse...

Saudade de alguns amigos saudade de visitar alguns blogs saudade de alguns visitantes ! Mas ando super enrolado tentando me acertar essa semana não consegui nem colher uma folhinha! Uma ótima semana amiga!

Patricia s2 disse...

ai!!!!
Saudades...Tudo que sinto agora amiga e é de diversas coisas, chega a me dá um nó na garganta,existem coisas lindas mas outras que causam muitas dores.
bejuxus no coração

legalmente loira... disse...

querida isa,
que lindo saudades!!
quem não as teem.
eu sinto saudades de tantas coisas boas.
e aqui hoje matei um pouquinho da minha.
linda semana com muitas saudades hehehe.
bjos.

Mari disse...

Oi Isa linda!!!

Não tô em condições de falar sobre saudade amiga...ando sentindo tanto ela!

Boa semana e um beijão