1 de setembro de 2010

Lesquisito

 - Que lugar estranho! - exclamou.

Olhava ao redor sem entender muito bem. Tentava fazer um reconhecimento do lugar, mas sem êxito. Nada ali lhe parecia familiar.

Olhou para a sua direita e a surpresa foi tanta que soltou sem perceber: Oh! Esfregou os olhos como que para ter certeza. Sim, era isso mesmo, uma girafa, porém verde com manchas roxas espalhadas por todo o comprimento do corpo.

Mais à frente, e nova exclamação. Dessa vez, era uma árvore gigantesca. Dos seus galhos pendiam jujubas. Eram milhares de jujubas e ao seu redor espalhadas como folhas caídas pelo chão, mais e mais jujubas.

Meu Deus, que lugar é esse?

Olhou para cima e quase tombou tamanho foi o susto. O céu era azul, ainda bem, pensou, mas que nuvens eram aquelas? As nuvens eram de algodão-doce: rosa, azul, amarelo. Quase podia tocá-las.

Não é possível, uma coisa dessa?

Para cada lado que olhava mais coisas esquisitas encontrava. Do seu lado esquerdo, corria um rio, mas o que corria por ele não era água, eram flores. Flores de todos os tipos, de todas as cores, para todos os gostos.

Animais passavam correndo, cada um mais diferente do outro. Era um tal de bicho misturado. Viu um canguru com crina de cavalo. Como deveria se chamar aquele animal - “canvalo” - pensou sorrindo.

Caminhou mais um pouco e avistou algumas casas, mas as casas não tinham portas nem janelas. Qualquer um que passasse poderia perfeitamente ver o que se seguia no interior de cada uma.

É certo que até o momento não havia visto nenhuma pessoa e com passos miúdos foi se aproximando cada vez mais tentando espiar.

Ao se aproximar da primeira casa viu quatro pessoas. Pessoas? Não sabia como denominá-las. Eram todas bem pequenas e coloridas. Isso mesmo, coloridas. Cada uma com sua cor: verde, vermelho, branco e laranja.

Há essa altura começava a acostumar-se com todas aquelas esquisitices. Tanto que ao passar pela segunda casa, não estranhou que as duas pessoas (seres, dois, sei lá como chamar) fossem imensas com pelo menos uns 3 metros de altura e quatro pernas cada um.

Achou melhor apressar o passo e notou curiosa que presos as árvores haviam relógios, mas sem ponteiros. Ué, pensou, mas logo desistiu. De certo naquele lugar hora nem existia.

Quando pensou que nada mais espantaria enganou-se. Na porta da última casa, uma leoa e um coelho tomavam chá e conversavam animadamente.

Não, disse para si. Isso tudo é muito estranho. Um lugar assim não existe.

Resolveu beliscar-se, tal qual fazemos algumas vezes para termos certeza se estamos acordados ou sonhando. Beliscou-se pela segunda vez e dessa vez imprimiu um pouco mais de força.

- Aí, gritou no mesmo instante em que acordava.

Depois de alguns segundo, exclamou: ufa! Então era isso, um sonho.

Depois de mais alguns segundos, pensou: - Mais ou menos, ufa, pois começava a gostar daquele lugar.

Nesse lugar esquisito flores enfeitavam o caminho, os vestidos e os destinos.

Nota: o título do post foi dado pela pequena Bia. Ela perguntou se já tinha um título e eu disse que não. Então, ela prontamente o fez. Vai se chamar Lesquisito (legal + esquisito). Fez sentido!

P.S: A pequena Bia está toda prosa com os comentários citando a ideia dela para o post. 

Texto publicado, em janeiro 2010

39 comentários:

Beth/Lilás disse...

Isadora querida!
Adorei este texto lesquisito!
Parece mesmo aquele tipo de sonho que a gente teve algum dia, principalmente quando dorme com vontade de comer doces. hehe
bjs cariocas

Marcos disse...

Que texto bacana... parece o filme da fantastica fabrica de chocolate com narnia..rs...rs...

Eu adoro misturar palavras, como "ocorrouve"... uma mistura de ocorreu com houve!

bjs

Flavio Ferrari disse...

É quando você poderia dizer ... I'm beck ...

Tati Pastorello disse...

Queria Isa, adorei a parceria com a pequena! Lesquisito é fantástico e o sonho me parece um sonho de liberdade, de um mundo sem preconceitos, onde os diferentes tem vez!
Lindo demais. É engraçado como é fácil visualizar seus textos. Eles sempre tem imagens!
Beijos.

Nilce disse...

Oi, Isadora

Adorei o "Lesquisito".
Que maravilha de texto. Fantasiar é muito bom. Sonhar fantasias, melhor ainda.

Bjs no coração!

Nilce

welze disse...

o mais gostoso dessa postagem é ler cada frase e tentar ver o cenário. adorei., boa semana

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, lembrei um pouco de Zuzubalandia, um desenho que o pessoal vivia num lugar feito de doce, mas achei interessante o teu texto...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.

Chris Ferreira disse...

Oi Isa,
adorei o texto.
Enquanto lia não imaginava um sonho mas sim alguém despertando o seu lado infantil. As crianças pintam e desenham essas coisas lesquisitas. Sempre que despertamos a criança conseguimos ser super criativos.
Amei o título.
Lindo texto.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Cacá disse...

Diante do seu final eu até mudei o meu comentário: "bótimo!"
É como minha filha dizia quando pequena que achava algo belo e ótimo. Abração, Isa! Paz e bem.

Lis. disse...

Bom dia carioca.

O que pude ver de mais legal em seu texto está escondido atrás dos bastidores: A interação que há com a sua menina.

Hoje há no mundo moderno um problema muito grave: Todos querem falar e ninguém quer ouvir.

E acho legal que esteja ensinando a sua filha a ouvir. Certamente que você colherá bons frutos no futuro.

Parabéns.

Fátima disse...

Eu amei sua postagem! :)

Ia adorar viver em mundo assim, todo colorido e diferente! Onde reinasse a tranquilidade e o amor.

Muito bom mesmo.

Bjs

VELOSO disse...

Lindo conto, lequisito mesmo! adorei! Tem certeza que era um sonho adoro jujuba! Parabens!

Bordados e Retalhos disse...

Lindo demais! Fiquei lendo encantada e pensei que talvez esse lugar fosse o paraíso. Sabe onde as coisas doces nos encontram, onde as pessoas são iferentes e convivem e mesmo os animais, de todas as espécies, brincam e correm juntos, como irmãos. Bjs e parabéns pra Bia que sabe, lindamente, dar títulos aos textos.

Cantinho She disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Simplesmente SENSACIONAL, O MÁXIMO! Bela dupla que vcs formam, o texto está divinamente maravilhoso, amiga, vc faz uma narração perfeita imbutida numa descrição que faz a gente visualizar cada estrofe... AMEI!
E o título não poderia ser outro a não ser esse, ficou tudo SHOW DE BOLA!
Beijo, beijo e parabéns para as duas! ;)
She

so sad disse...

e a vida tbe não é assim? uma sucessão de casos e lugares esquisitos que dpeois nos acostumanos?
beijo!

Cacheada disse...

babyyyyyyyyyyyyy você fez esse texto pra mim né?!
Esse lugar aí é a Jujubalândia...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
beijo beijo beijo beijo!

Mariana disse...

Lesquisto é fantástico, e surpreende, pq qd li o título, não tive a mínina ideia do q seria..
Muito criativo o título, parabéns para a Bia, mas é um texto tão legal, q não chega a ser 'esquisito".hehhe

Mariana disse...

Lesquisto é fantástico, e surpreende, pq qd li o título, não tive a mínina ideia do q seria..
Muito criativo o título, parabéns para a Bia, mas é um texto tão legal, q não chega a ser 'esquisito".hehhe

Renato Bueloni Ferreira disse...

Delicioso texto, título e tudo mais. Muito bom encontrar um texto onde a criatividade viaja. Vou me inspirar no teu texto para contar estórias aos meus filhos.
bj

Renato Bueloni Ferreira disse...

Delicioso texto, título e tudo mais. Muito bom encontrar um texto onde a criatividade viaja. Vou me inspirar no teu texto para contar estórias aos meus filhos.
bj

Fadas Madrinhas disse...

Oi Isa!
Que texto lindinho!!! E o título é no mínimo curioso, nem imaginei do que se tratava...rs...

Bjos.

Clau Finotti

Ah, as Fadas Madrinhas estão seguindo vc.

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

MUUUUUUUUUITO BOM ADOREI VIAJAR NA FANTASIA ,PARECE SONHO...

Irene Moreira disse...

Isa
Viajei por esse lugar ao mesmo tempo em que lia e fui vivendo cada momento, cada caricatura diferente, colorida, alta, baixa, o convívio amistoso dos animais fortes e fracos, os rios de flores e até confesso que me parecia sentir o cheirinho gostoso das flores. Legal mesmo e esquisito também, mas um sonho muito bom mesmo.


Sabe que amo suas histórias e pode aguardar que em breve estou te fazendo um pedido.
Acho que devia sempre escrever estas histórias para a gente, pois só você para ter uma imaginação tão gostosa, tão fofa, tão sonhadora.

Beijos e boa semana

Crica Viegas disse...

OI Isadora!
Bia é uma menina muito criativa!
grande parceira!
Bjs

Luciana Penteado disse...

E como fez sentido, Isa, ficou muito lindo o texto do sonho que combina com alegria, coisa bonita, espaço transcendental. Muito bom de ler! Lesquisito, rsrsrs...

Beijos!

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querida Isadora

A começar pelo seu nome, lindo e clássico, próprio para uma mulher da sua doçura, por onde vc passa há um toque de paz.
É muito bom vir aqui.
Agradeço seu precioso carinho. Conte com o meu.
Beijo
Fátima Guerra

Ester disse...

Lesquisito seria um bom nome de filme infantil, ou um livro de fábulas, muito bom Isa! E a peequena Bia seria uma ótima ajudante nessa empreitada,

vivenciei esse sonho, saboreando,como a gente faz quando é criança e acredita nessas coisas..

Grande beijo!

Hod disse...

Perfeito para Anima Mundi Isadora,
Encantado,com Bia. A deixa Lesquisito . Mas saliento também o canvalo, até fiz o desenho em minha mente.
Acima de tudo flores no destido!

Boa semana florida, sentiu a primavera chegando?

Beijo pra ti e Bia.

Chica disse...

Que lugar estranho mesmo mas até dava pra ficar nele, sem relógios, correrias,né?

Bia deu uma linda e inteligente contribuição.Beijos às duas,tudo de bom,chica

Misturação - Ana Karla disse...

Lesquisito foi demais.rs
Como é bom sonharrrrr.

Isadora em relação a cadeirinha não sei dizer nada quanto ao uso de crianças que não tem altura para o cinto mesmo com idade superior aos 7anos e meio, mas vou dar uma pesquisada e qualquer coisa volto pra te falar.
Um xero grande!

Espaço Aberto disse...

Oi Isa...Prometo voltar e ler com calma!
Vim avisar que você foi a vencedora do sorteio do livro da nossa amiga Ana.
Quando puder nos envie o seu endereço no e-mail: umblogparatodos@yahoo.com.br para que possamos envia-lo para você.
Obrigada por sua participação.
Um abraço carinhoso

Mari disse...

Isa e Bia....

Adorei tudo...
Mas o título ficou demais!

Beijos

Felina Mulher disse...

A Bia tem talento heim!!...eu tenho dificuldade para nomear meus textos....já escrevi algo parecido com este texto...algo muito esquisito, mas legal.


Beijos Isa!

Néia disse...

A pequena Bia foi perfeita no título e pelo visto já partilha das suas criações literárias, por sinal, belíssimas. Uma delícia contar com a participação de uma criança, já viu algum ser mais sincero no mundo?
Um abraço.

Sil.. disse...

Que fofooooooo, Isa!

Eu diria "Maravibótimo", como diz a minha filha.

Meu abração, lotado de carinho!

Mari Amorim disse...

Minha amiga,minha dor e enorme me ajude a repassar
Fui incumbida por seu amigo André,em dar essa triste noticia
Para a Blogosfera.Hoje o nosso querido Halley transcendeu
as 12:45 em POA RS.de parada cardíaca.
O vôo da Gaivota segue desenhando no céu sua despedida,e
Seu olhar de amor deixado com toda sua essência...
Amigos não tenho palavras e sim um sentimento enorme
De perda,adeus Hod.
Obrigada!
Mari Amorim

Lúcia Soares disse...

Isadora, esquisito e lindo o sonho. Legal, também.
A Bia acertou no título!
Ela é lindinha demais.
E que bom que já participa dos seus escritos. Isso é um grande incentivo. Daqui a pouco estará postando também.
Bj

Lis. disse...

E contudo, ainda há o imprevisto da morte, para dar-nos ainda mais certeza de que nunca podemos parar de sonhar, planejar, e concretizar.

Mila Viegas disse...

Mas que sonho mais delícia!!! A Bia foi perfeita para dar o título mesmo. Às vezes precisamos pedir ajudinha das crianças, porque elas sabem tudo desse universo.

beijocas em você e na Bia!