15 de fevereiro de 2011

Período Sabático

 
Ando pensando muito sobre isso nos últimos dias.

Ainda que tenhamos feriados, finais de semana e 30 dias de férias é pouco tempo para fazermos algo. Seja um curso, uma viagem para descobrirmos coisas novas, conhecermos novos sabores, texturas, cheiros. Pode ser  um período de autoconhecimento, de revisão de projetos, sonhos. Um período para nos libertarmos de alguns preconceitos (no sentido de juízos concebidos), para estudarmos novas línguas, novas histórias. Período para deixarmos que nossa criatividade aflore.

Difícil sermos criativos com hora e data marcada, e pior sem tempo. Vem criatividade que eu estou precisando de você agora. Não funciona.

Por que as crianças são tão criativas? Por que com o passar dos anos perdemos um pouco, ou até toda a nossa criatividade? Tempo, meus amigos. Mais uma vez o Sr. Tempo que escorre por entre nossas mãos. E por isso o período sabático, porém sem preocupação com as contas que vencerão no final do mês.

O período sabático vem do hebraico e significa repouso. E para outros um período em que a Terra ficava sem cultivo, depois de um ciclo de fertilidade.

Considera-se um período sabático quando nos afastamos de nossas atividades profissionais por mais de três meses, mas como fazer isso sem deixar de ser remunerado. Impossível ou improvável?

Bom, a verdade é que não tenho as respostas, mas acredito que um período de no mínimo três meses depois de 03 ou 04 anos de trabalho é crucial para acordamos a criatividade adormecida e podermos ter uma olhar novo sobre algo antigo.

27 comentários:

Denise disse...

Bom dia, Isa!

Profunda reflexão, que minha atenção fixou em "ter boas perguntas, não necessariamente, as respostas..."
Esse é o despertar, o momento crítico em que, estagnados, precisamos de novas opções, ou, ainda que seja "somente" do entendimento...me parece ser o caminho em direção às respostas que busca...ou assim desejo!

Bjos!

Gilmar disse...

Concordo com você, Isadora! São tantas as atribulações, tantos os afazeres, tantas as responsabilidades e tanta gente vinculado a tudo isso, que chega um tempo em que até o espírito se cansa... Há um clamor por paz interior, sossego, distância... E, bem escondidinha, uma vontade de recomeçar: outros passos, noutra caminhada, de outro jeito e quem sabe noutra estrada...

Abraços!

mfc disse...

O fenómeno criativo sempre necessitou de tempo.

C@urosa disse...

Querida Isadora, segundo os especialistas em ócio e lazer, nós precisaríamos de 45 dias de férias, 15 para se desligar do dia-a-dia, e, aí sim, gozar 30 merecidos dias de férias. Belo texto.

forte abraço

C@urosa

"A educação faz um povo fácil de ser liderado, mas difícil de ser dirigido;
fácil de ser governado, mas impossível de ser escravizado."
Henry Peter

LILIANE disse...

Isadora.
fiquei lendo e me recordando de como Deus sempre é sábio, nos orienta descansarmos e sermos felizes.
a vida passa tão depressa né.
querida, vim te convidar para participar da blogagem coletiva de aniversario do blog Sonhar e Ser, no dia 22/02, com o tema Sonhar e Ser: o que os sonhos fazem por nós?
será uma honra tê-la em nossa festinha, um abraço.

Nilce disse...

Oi Isa

Necessitamos de um descanso mental de vez em quando. Mas acho que tem que ser todo ano, como os trabalhadores depois do cultivo. Tempo que eles dão para que a terra se recupere.
Mas a vida que levamos não nos permite isso e estamos ficando a cada dia com menos criatividade.
Precisamos desse tempo de recuperação para voltarmos a contruir melhor.

Bjs no coração!

Nilce

Daniel Savio disse...

É porque as crianças não são podadas, mesmo com a idéia mais "absurda" que ela fale...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.

Chica disse...

Todos precisamos nos dar de presente períodos de descanso e lazer, de pensamentos, introspecção, do que quisermos... um beijo,tudo de bom,fica bem!chica

Tatiana disse...

Muito bom estar de volta a Blogosfera e encontrar as suas palavras para fazer tão boa reflexão!
Estava com saudades daqui Isa!
Um beijo carinhoso

Beth/Lilás disse...

Isa, querida!
Espero que você tenha se recomposto com este tempo que deu a si mesma.
Todos nós precisamos disso na vida, afinal os dias são bem corridos e difíceis ultimamente.
um super abraço carioca

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querida Isadora

Saudade imensa de vc, que é essa flor de criatura, que tem um coração lindo como um jardim florido.
Peço perdão por não ter vindo aqui, como gostaria, mas devido ao meu embaçamento temporário da visaõ, praticamente só visito quem me visita, pois fica mais fácil acessar os blogs desta forma.
Por outro lado, quis muito falar com vc, quando as chuvas assolaram o Rio de Janeiro.
Vc, que mora no meu coração,permaneceu nos meus pensamentos.
Jamais esqueça quanto eu lhe quero bem e admiro.
Nunca duvide disso.
Fiquei muito feliz em reencontrá-la.
Carinho e beijos,

Fátima Guerra.

EDER RIBEIRO disse...

Isa, o que precisamos é ir para Bahia, lá dá para ser criativo, até o tempo é lento... Rssssssss. Bjos

pensandoemfamilia disse...

Oi querida

Este é um fluxo necessário tão importante quanto o estar próximo. Proximidade e distância para podermos absorver algo além que vemos no aqui e agora.

bjs

Flavio Ferrari disse...

Tenho pensado muito nisso também. Impossível não é ... improvável, uma vez que dependemos do dinheiro que o trabalho nos oferece, talvez.
De algum modo, creio que é possível ter um período sabático interno, independentemente do mundo "lá fora" ...

Wanderley Elian Lima disse...

Seria o ideal, mas isso me parece um sonho, Num mundo capitalista, tempo é dinheiro, e ter é bem mais importante que ser.
Bjux

♕Miss Cíntia Arruda Leite ღ disse...

Voltei querida Isa!!

Gostei da sua reflexão, bem verdadeira!
Acredito que o tempo está passando rápido e com isso vemos nossos planos escorrendo por entre eles... o que fazer?
Isso acontece com muito de nós, a falta de criatividade, de não saber o que fazer e de não conseguir se planejar... porém todos os dias temos uma nova chance e uma nova oportunidade.
Beijos

orvalho do ceu disse...

Menina, quanta sabedoria num post só!!!
Isa, ontem postei algo relativo ao seu Tema e estou há 2 meses nesse período de que fala... quero completar o terceiro... se der... Me está sendo muito salutar...
Vc tem total razão, a criatividade aflora mesmo... com o merecido repouso sabático... Gostei muito!!!
Tem um convite pra VC no meu post de hoje e gostaria muito de que entrasse na roda com a gente, tá???
Bjs repousantes e fraternos.

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

BOA REFLEXÃO TODOS PRECISAMOS DE DESCANSO FÍSICO E MENTAL DE VEZ EM QUANDO!
BEIJO

Luma Rosa disse...

:) Relaxa, estamos todos no mesmo barco!

As crianças são criativas enquanto estão imunes das críticas! Elas fazem qualquer coisa, às vezes não tão bonitas, mas o incentivo sempre vem na forma de elogio. O Elogio é o melhor incentivo e o medo da crítica é o que fragiliza a nossa criatividade. Aproveite o tempo para criar o que no momento é melhor pra você, não se importe com a opinião alheia! Não tenha medo de ser feliz!! :=))) Beijus,

Lis disse...

Oi queridissima
saudade de voce!
faz tempo que nao te vejo rs obrigada
pela presença carinhosa.
estou num tempinho curto e chamo de sabático porque fugi da rotina, deixei tudo pra lá rsrs
claro que aqui são outros caminhos , nem sempre tão agradáveis, mas belos belos.
deixo um gande abraço desejando que mesmo sem ano sabático a inspiração nao lhe falte, mnha doce poeta.
abraços

Renato Bueloni Ferreira disse...

Dilema de difícil solução, mas boa sorte na sua busca!
Sinceramente, também adoraria poder tirar um período sabático.
bj

welze disse...

gostei muito de ler sobre isso e saber sua opinião. realmente precisamos de tempo para nosso tempo ser melhorado. para ser usado de melhor forma. abraços

Glorinha L de Lion disse...

Isa querida, esse seria o mundo idela, não é? Descansar uns 3 meses a cada três ou 4 anos....ah como a humanidade seria mais "humana". A pressa não seria tanta, nem o stress, nem o cansaço. Comoe u gostaria de ter pelo menos um ano sabático. Será que o meu será em 2011? prevejo muitas mudanças na minha vida, sinto e pressinto. E vc querida, sente tb? Espero que consiga iniciar o seu...a vida seria tão melhor e menos doída assim....beijos,

Elcio Tuiribepi disse...

Oi...então...li o texto do Eder lá no blog dele e confesso...queria rtardar o tempo...fazê-lo mais humano, mais gente...tudo tão corrido e não damos a atenção devida a quem precisa...
Isso sem falar da gnte mesmo...ahh...umas férias assim de verdade m faria um bem...vixee...vou para a Bahia como dise o Eder...rsrs
Um abraço na alma
Beijo

Daniel Savio disse...

Então aproveita bastante as tuas férias, mesmo que seja fazer as meinhas felicidades de sempre...

Fique com Deus, menina Isadora.
Um abraço.

Mônica Suñer disse...

Isa, concordo plenamente, ma acrescentaria as férias da casa, das obrigações diárias, com horários e etc. Será que mãe não tem direito a período sabático? Adoraria tê-lo!!! Se descobrir como, me conta!! Bjs

Dois Rios disse...

Perfeito, Isa!

O tempo é deveras impiedoso. Faz-se longo na dor e muito curto no sentido amplo da vida.

Faça então o seu próprio tempo. Descanse, enriqueça seus conhecimentos, fertilize sua mente e volte transbordando criatividade.

Beijos saudosos,
Inês