26 de março de 2010

Anjo da Guarda



Acompanhava pelo jornal, o terceiro dia de julgamento do casal Nardoni, quando me deparei com o relato feito pelos peritos ao júri. Dali foi impossível passar, impossível continuar. Cheguei à conclusão de que não tenho estrutura emocional para acompanhar o caso. Como mãe, cada palavra lida atingia meu estômago com veemência e um véu de tristeza desceu sobre mim. Naquele momento decidi não continuar.
Ainda digerindo o que tinha lido pensei na minha filha, e em todo amor a ela devotado e escrevi esse pequeno conto. Vamos ao conto...
Nova e meia da noite e a mãe começa a ladainha de todos os dias: filha troca a sua roupa e coloca a camisola, filha, por favor, vai escovar seus dentes, filha já separou o material para amanhã? filha arrume os brinquedos que estão espalhados.
A filha responde também com a ladainha de todos os dias: mãe, só um minuto, já vou trocar a roupa, mãe, posso escovar o dente com a sua pasta de dente? mãe vou separar o material, mãe me ajuda a arrumar isso aqui.
Ambas as ladainhas terminadas, a mãe coloca a filha para dormir e deita ao seu lado para fazer-lhe um pouco de companhia e ler uma história. Ritual sagrado de todos os dias.
História contada e filha já acomodada, a mãe pergunta:
- Filha, você já agradeceu ao seu anjinho da guarda pelo dia de hoje?
- Não, mãe, ainda não.
No instante seguinte, a menina começa:
- Meu anjinho da guarda, muito obrigada pelo dia que eu tive hoje.
Juntas mãe e filha terminam:
Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador. Se a ti me confiou à piedade Divina, sempre me rege, me guarde, me governe, me ilumine. Amém.
Que o anjo da guarda de nossos filhos esteja sempre ao lado deles zelando e protegendo.

16 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Ainda bem que existem os anjos da guarda ...

Felina Mulher disse...

É Isa, o coração de mãe não se engana.Minha filha jé tem 21 anos e ainda sinto como se ela tivesse acabado de nascer. O caso Nardoni enoja quem assiste.


Um beijo.

Lis. disse...

Já me disseram Isadora que ser mãe é optar em colocar o coração para fora do peito, agora jogá-lo pela janela trata-se de um desrespeito pela vida humana de um grau completamente incalculável.

Bem atualizado seu conto.

Um bom dia...

Isadora disse...

Obrigada a todos por tantas palavras carinhosas. É um conto repleto de cenas do meu cotidiano!
E quanto ao que temos acompanhado pelos jornais e TV que todos tenham sabedoria para agir com justiça.
Um beijo,
Isadora

Fátima disse...

Todos os dias escuto essa ladainha da minha mãe com a minha irmã, engraçado acho que não muda muito de país para país.

Quanto ao anjo da guarda, agradeço ao meu todos os dias.

Bjs

Everson Russo disse...

Penso que todos nós temos um que nos guia,,,nos cuida bem,,,,beijos de otimo final de semana.

Mona Lisa disse...

Olá

Penso que todos temos algo superior que nos protege...

Adorei o teu texto!

Bjs.

lis disse...

Oi Isadora
Retribuo com as mesmas palavras suas: que bom ter chegado até aqui!
seu conto simples e delicioso me faz um bem enorme ,pensar nas mães zelosas pelos seus fihos a contar-lhes uma histórinha,a ensinar-lhes a falar com papai do ceu , a amar-lhes de verdade.
Naõ tenho acompanhado o julgamento,por opção. Já sofri exaustivamete por esse pequenino anjo que sofreu tão grande violencia.Quero faze-la descansar dos meus pensaentos!, e tenho tanto medo que os choros possam comover os jurados a ponto de esquecer da pequena, então aguardo o desfecho , longe dos noticiários sensacionalistas , como tudo que nao precisa , nesse nosso "maravilhoso" país.
desculpe, logo na primeira visita falar como tagarela, é que o assunto me deixa indignada.
meus abraços ,volte sempre e que Deus esteja presente em sua casa, continuamente.
depois volto pra olhar melhor o blog
beijinhos

Renato Bueloni Ferreira disse...

Cada novo dia é uma dádiva, mesmo naqueles em que as coisas não parecem acontecer do jeito que queremos. O sorriso de um filho tem este toque divino.

Zé Carlos disse...

Isadora querida, vc é um amor de mulher. Lendo seu texto sinto saudades de tantos anos atrás quando minha mãe fazia o mesmo comigo!!!!!

Continue assim esta pureza menina.... vc tem seu lugar garantido no céu.

Escute já disse hoje que vc além de tudo é linda???

Um beijo e um lindo final de semana, teu amigo Zé Carlos

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Obriga
pela ternura.
Beijos Melliss

Felina Mulher disse...

Menina do sorriso lindo, é sempre tão bom vir aki, sinto uma paz....são as flores, o verde...as palavras....tudo!


Fica sempre com o meu melhor sorriso.


beijos meus pra ti.

Everson Russo disse...

Um beijo de otimo sabado pra ti.

C@urosa disse...

Olá minha sensível amiga Isadora, esse caso mexeu com todos nós que temos e amamos nossos filhos. Que a justiça divina e a dos homens seja feita. Na verdade, o que precisamos mesmo, é de muita oração em nossas famílias e que nossos anjinhos sejam sempre protegidos e amparados.

Paz e harmonia para todos nós.

Forte abraço

C@urosa

Ricardo Calmon disse...

Como diz felina,doce amiga nossa,(ela me detesta),:

Olá minina doce,do de mel sorriso,no doce algodão salpicado,me vi entre cebolinha e monica, by maurício,entre o pequeno príncipe e seu asteróide,pour exupéry,entre crianças todas do mundo e Dra Zilda Arns (snif)as criancinhas salvando,assim "viajei" em cronica tua,voce é uma competente roteirista,me deixa neófito teu ser???lindo ,terno e docíissimo post,escriba feminina,guerreira minina,de mente sapeca,só mente rerererer!

bzu na geografia de alma tua!

viva la vida

Amapola disse...

Bom dia.
Sobre "Domingo, Beatles e o vizinho: Adorei a história. Parece um filme bem contado. Parabéns!

Sobre o "Anjo da guarda", eu também não aguento ouvir os detalhes da tragédia. Queria acompanhar tudo, mas a dor doía demais.
Que os anjos da guarda dos nossos filhos não pisquem nunca!

Um abraço.