8 de fevereiro de 2014

Mais amor, por favor


As coisas não andavam nada fáceis para eles. O marido havia perdido o emprego há três meses e ainda não havia conseguido uma recolocação.

 Tinha recebido uma boa indenização, mas como não tinham ideia de quanto tempo levaria para conseguir um novo emprego viviam com o dinheiro contado. Infelizmente tiveram que cortar o judô dos meninos. Conseguiram manter apenas a natação.

Para melhorar a situação, a TV do quarto dos meninos tinha pifado e o fogão teimava em aparentar os longos 15 anos.

Embora, ela trabalhasse, o salário era o suficiente para arcar com as despesas da casa e apenas isso. Não sobrava um centavo sequer para consertar o que era necessário. Lazer nem pensar. E quando todos iam dormir, ela se sentava no sofá e com as contas na mão decidia o que deveria ser pago imediatamente e o que poderia deixar um pouco mais pra frente.

Nessas horas senti o peso do mundo em suas costas e ficava um pouco desanimada, mas era apenas ver sua família reunida, os filhos brincando alegremente, o marido em frente ao computador buscando uma música que gostava ou todos reunidos a mesa nos almoços de domingo que todo o cansaço desaparecia.

Ela olhava feliz para todos e pensava: - nós estamos sem dinheiro, mas temos o mais importante: AMOR.

Aquela casa definitivamente tinha amor para dar e vender!



11 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

o texto tá lindo. gotei da história. e mto feliz por ver os amigos voltarem a blogar! vamos reativar a blogosfera!!!
aeeeeeeee
um mega bjo!

pensandoemfamilia disse...

Oi querida
Aqui estou, portanto tive acesso.
Vamos impulsionar o resgate dos blogs, mas certamente não é questão de divulgação , pois o face facilita isto, mas a disponibilidade de postar e interagir, por não ser apenas curtir.
bjs

Lu Souza Brito disse...

Também cheguei aqui sem problemas, Isa!

Pois é, algumas cenas do conto já me foram familiar, mas quando a gente tem uma família unida, o amor se faz presente ainda mais e a gente ganha força e mais disposição para enfrentar as dificuldades.

Marli Soares Borges disse...

Cheguei sem problemas, Isa! E adorei o texto. O Amor é a mola mestra que impulsiona a vida!!!! Que bom voltar a interagir novamente. Bjs Marli

Lúcia Soares disse...

Tudo fica mais fácil com amor, Isadora.
Linda história.
Beijo e bom domingo.

Chris Ferreira disse...

OI Isa, amei o texto. Com amor as dificuldades são superadas.
beijos
Chris
Inventando com a Mamãe

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Isa
Com amor tudo vai se resolvendo, sem ele, tudo vai de mal a pior...
História típica dos brasileiros de classe média... rs...
Bjm fraterno

Graça Pereira disse...

Pois...essa deve ser a chave da crise que domina este país : AMOR!
Quem não tem contas para pagar? Quem não teve de reduzir tanta coisa a que estava habituado? Pois com um pouco de Amor esta hora incerta...pode e deve ser ultrapassada..
Estive ausente do meu blogue mas voltei...por amor!
beijos e boa semana~Graça

Graça Pereira disse...

Que bom estar aqui...é outra coisa! Os blogues precisam de mais dinamismo. É bom o Face (também lá estou..) mas o blogue...é o amor da minha vida.
beijos e bom fim de semana
Graça

Graça Pereira disse...

O amor tudo resolve.
Beijo e bom domingo
Graça

Graça Pereira disse...


Amor é o que está faltando neste mundo...
Beijo e feliz domingo.
Graça