30 de outubro de 2011

Microconto 08


Desde de pequena era assim: vivia sonhando acordada. Os outros a achavam distraída. Vivia com a cabeça nas nuvens, sonhando. Muitas vezes se fechava em um longo silêncio e continuava a sonhar. Mas com o que tanto sonhava? Com tudo e de tudo um pouco.
Já adulta continuou sonhando acordada.
Um dia perdida no mundo dos sonhos parece que despertou. Olhou para sua vida e pensou em quantos daqueles tantos sonhos havia realizado. Poucos.
Decidiu ir à luta. Continuaria a sonhar, mas daqui para frente os transformaria em realidade.

3 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

Isa, a vida consiste (e insiste) na realizações dos sonhos. Bjos.

pensandoemfamilia disse...

Olá

Lembro que na adolescência vivia mais no mundo do sonho do que na realidade. Creio, que na vida adulta, costumo desejar algo e imediatamente me lançar ao seu encontro.
bjs

Carmem Lucia Vilanova disse...

Disso é feita a Vida, minha querida amiga! De eternas tentativas, sem desistências! Assim, sim... Vale a pena viver!
Amei!
Beijos, flores e muitos sorrisos!
PS: Bom demais ler-te outra vez! :D