24 de outubro de 2011

Microconto 07


Ela trabalhava duro. Acordava muito cedo todos os dias e  era a primeira a chegar a empresa e a última a sair. Se dedicava a sua carreira, pois assim garantiria um pouco de segurança para o futuro (sua família nunca tivera essa segurança), mas quando chegava em casa, tarde da noite, orava e pedia a Deus que encontrasse alguém a quem amar e que com ele pudesse formar sua própria família.

Um comentário:

Maíra da Fonseca Ramos disse...

Passando aqui para conhecer o seu espaço...